Secretaria de Segurança lança Programa Familiar

Fotos: Valéria Cuter

Na próxima terça-feira (03) a partir das 8 horas a Secretaria Municipal de Segurança e Direitos Humanos e Guarda Civil Municipal (GCM) estará lançando o Programa de Atendimento Familiar e ao Idoso (PAFI), que objetiva garantir e fornecer subsídios para a prestação de atendimento de qualidade a grupos vulneráveis, que são mais suscetíveis ? violação de seus direitos devido a questões ligadas a gênero, idade, condição social, deficiência, dentre outros.

No PAFI está inserido o “Apito Cidadão”, que terá o intuito oferecer maior segurança as pessoas da terceira idade ou quem sofre alguma necessidade especial, em virtude de algum tipo de violência, projeto este que o presidente da Sociedade Amigos do Lavapés (SAL), Luciano Fabris e o professor Sérgio Marques trouxeram como contribuição ao PAFI.

O apito será entregue a pessoas idosas e com dificuldades de locomoção para que seja utilizado em situações de risco, tendo como objetivo de chamar ? atenção e conseguir ajuda, principalmente com a vizinhança, que acionará a Guarda Municipal, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), Corpo de Bombeiros e Polícia Militar.

Outra ação que foi determinado pelo secretário de Segurança Pública e Direitos Humanos, delegado Adjair de Campos e o comandante geral da Guarda Civil Municipal Sérgio Bavia, é que todos os agentes irão participar do treinamento “Atuação Policial Frente aos Grupos Vulneráveis”, com duração de 60 horas.

O curso será realizado na modalidade ensino a distância, onde cada agente acessa o portal da Secretaria Nacional de Segurança Pública e participa deste treinamento de extrema importância a requalificação dos GCM’s, que vislumbra a melhoria continuada nas ações comunitárias perante a sociedade botucatuense. O curso tem avaliação com aproveitamento mínimo de 70% e no final recebe um certificado com registro no Ministério da Justiça, bem como na Secretaria Nacional de Segurança Pública.

O PAFI além de atender famílias em conflitos e idosos, terá o atendimento voltado as pessoas em situação de vulnerabilidade. O Programa terá as seguintes parcerias: entidades sociais, Conselho Comunitário de Segurança (CONSEG), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Sociedade Amigos do Lavapés (SAL), Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS), Secretaria de Assistência Social, Centro de Atendimento ao Migrante Itinerante e Mendicância (CAMIM), Assessoria de Inclusão, Conselho do Idoso, Conselho Municipal da Mulher, Conselho Municipal da Criança e do Adolescente, Rede Pública de Saúde, Associações de Bairros, União de Associações de Moradores Sociedades e Amigos de Bairros (UNASAB’s), dentre outros órgãos que possam contribuir para a melhoria no atendimento das pessoas.