Rodoviária faz a apreensão de 70 quilos de maconha na Rondon

Na tarde desta terça-feira, a Polícia Militar Rodoviária de Botucatu, por intermédio dos patrulheiros cabo Osório e soldados Amador e Pascoal realizou uma operação que terminou com a apreensão de pouco mais de 70 quilos de maconha em um veículo Ford Fiesta, placas HSY-7618, de Campo Grande, Mato Grosso do Sul.

Foi preso em flagrante e enquadrado em crime de tráfico de entorpecentes, Haroldo Manoel dos Santos, de 43 anos de idade, que estava conduzindo o Fiesta. Como passageiro nesse veículo estava um cidadão de iniciais T.H.V.S. de 22 anos, que negou qualquer participação no tráfico.
A operação teve início no km 268+700 metros no município de São Manuel quando os patrulheiros interceptaram o Ford Fiesta para uma averiguação de praxe. Porém a reação de Haroldo Santos chamou a atenção dos policiais, já bastante experientes nesse tipo de abordagem.

“Ele (Haroldo) ficou extremamente nervoso com nossa abordagem. Sequer soube responder de onde vinha e para onde estava indo. Pedimos que descessem do carro e começamos a revista, primeiramente, pelo porta-malas onde encontramos várias cartelas de bijuterias. Depois, ao acionar a porta do carro percebi que havia algum material estranho entre a placa de madeira e a lataria. Foi aí que detectamos que havia maconha no veículo”, lembra Osório.

Os dois ocupantes do carro receberam voz de prisão e foram encaminhados junto com o veículo ao pátio da Polícia Rodoviária. Ao fazer a desmontagem das portas do carro, painel frontal, bancos e pára-cheque traseiro foram localizados dezenas de “tijolos” de maconha de diferentes pesos (de 350 ? 1600 gramas).

Para o comandante da Polícia Rodoviária de Botucatu, tenente Ricardo Maganha, como as rodovias que circundam a região dão acesso a diferentes cidades de São Paulo e para outros estados, acabam se tornando um corredor para o tráfico de entorpecentes. “Por isso estamos intensificando o policiamento preventivo realizando operações para apreensão de drogas. Essa maconha apreendida hoje (terça-feira) vinha de Mato Grosso do Sul e tinha destino de São Paulo. Ela não ficaria em Botucatu, que está na rota do tráfico”, salientou Maganha.

Embora os dois tenham sidos presos no carro, Haroldo Santos assumiu a posse da droga e isentou seu companheiro (Tiago que estava como passageiro) de culpa. “Ela não está nessa, mas não quero falar sobre isso”, disse o indiciado quando questionado sobre o montante de droga apreendido. O passageiro do carro defendeu-se. “Não tenho nada com isso, nem imaginava isso. Não sabia de nada e só estava acompanhando”.

Vale lembrar que na tarde do dia 17 da semana passada, a Polícia Militar Rodoviária já havia realizado uma das maiores apreensões de drogas já registradas na região. Foram 169 quilos de pasta base de cocaína em dezenas de tabletes (que se transformariam em 600 quilos de crack) e 284 quilos de maconha (que dariam para 284 mil cigarros conhecidos como “fininho”). A droga estava dividida em tabletes com, aproximadamente, 500 gramas cada um.

{n}Confira o vídeo que preparamos pra você desta grande apreensão{/n}