Ré acusada de tentativa de homicídio é absolvida

Fotos: Valéria Cuter

Silvia Regina de Souza Francisco foi absolvida da acusação de crime de tentativa de homicídio que teria cometido contra Lucilene Pereira. O julgamento aconteceu nesta quinta-feira (21) no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil – Subsecção de Botucatu. A ré havia sido denunciada como autora de uma facada desferida contra as costas da vítima no dia 12 de abril de 2003, por volta das 22h35, na Rua Carlos de Rosa, nº 156, Jardim Santa Mônica

O Júri Popular formado, coincidentemente, por sete mulheres, da sociedade botucatuense, acatou a tese de defesa da advogada criminalista Adriana Bogatti Guimarães Rizzo, que pediu a descaracterização do crime de tentativa de homicídio para lesão corporal dolosa.

Na presidência dos trabalhos esteve o juiz titular da 2ª Vara Criminal da Comarca de Botucatu, Marcos Vinícius Bachiega e o promotor de Justiça, Marcos José de Freitas Corvino, foi o representante do Ministério Público.

{n}O crime{/n}

Na denúncia consta que no dia dos fatos a acusada tentou matar a vítima Lucilene Pereira, pelas costas, com um golpe de faca, utilizando-se de recurso que dificultou a defesa da ofendida.

As mulheres que eram muito amigas (segundo o processo) depois de passarem a tarde bebendo juntas, ficaram embriagadas, se desentenderam e acabaram discutindo. A acusada teria apanhado uma faca de cozinha e, quando a vítima estava de costas, desferiu um golpe nessa região, com a intenção de matá-la. Nos autos ainda consta que depois da facada a ré teria se arrependido, colocado vítima na cama e acionado o Corpo de Bombeiros para que fosse socorrida.