Rapaz preso é indiciado em quatro crimes distintos

Fotos: Valéria Cuter / divulgação

 

Um trabalho dos policiais civis de Botucatu Lineu, Leandro e Adriano, comandados pela delegada Simone Alves Tuono, resultou na prisão de um cidadão chamado Paulo Cesar Cardoso, de 21 anos de idade, na Rua 1,  Residencial Parque Doutor Plinio Targ, município de Areiópolis.

A operação teve início quando a polícia foi informada de que muros nas ruas Maria do Carmo Aparecida Lourenço e Olimpio Romualdo da Silva haviam sidos pichados com frases ameaçadores contra a Polícia Militar  (PM) e na Rua Vereador Ignácio Leite, um container  (equipamento utilizado para transportar carga) estava com a marca de quatro tiros, sendo que  três projéteis calibre 38 deflagrados foram localizados.  Também no muro havia o número 1533 que simboliza uma facção criminosa.

A investigação policial chegou até Paulo Cardoso, que admitiu ser um dos autores da pichação e dos disparos de arma de fogo e revelou que havia ocultado o revólver calibre 38 enterrando-o no quintal da casa do seu irmão. A arma que estava desmuniciada e envolta em saquinho plástico foi apreendida.

O indiciado acabou recolhido à Cadeia Pública de Itatinga, sem direito a fiança, por enquadramento em quatro crimes distintos:  posse irregular de arma (artigo 14); disparo de arma de fogo (artigo 15); ameaça (artigo 147); e pichação (artigo 65). A particularidade é que o acusado tinha as iniciais PCC na cabeça acima da nuca. Alegou que não é integrante dessa facção e sim simpatizante.