Rapaz de 25 anos afirma que foi seduzido por menino de 10

Um caso de estupro de vulnerável foi atendido pela Polícia Civil de São Manuel, através da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), tendo como vítima um menino de 10 anos de idade. Crime aconteceu no Jardim Ouro Verde.

Aponta o Boletim de Ocorrência (BO) que a mãe desse menino procurou a Policia Militar (PM) alegando que o filho havia sofrido estupro. Realça a mulher que o garoto ao chegar da escola teria ido até a casa de um rapaz de nome Rafael, de 25 anos, para assistir um filme e ambos teriam se trancado no quarto.

Foi quando o homem teria tirado short do menino e passado as mãos e o pênis em suas nádegas, A vítima não pediu ajuda para ninguém, em razão de temer ser agredido. Ao chegar em casa relatou o caso para sua mãe que acionou a Polícia Militar (PM).

Na delegacia o acusado confessou o que havia feito e disse que tirou o short do menino e passou o pênis pelo seu corpo, alegando que “o menino o havia seduzido”. O menino foi levado ao Pronto Socorro (PS) para exames periciais, não sendo constatadas lesões físicas. O autor foi autuado em flagrante e recolhido ? cadeia de Itatinga

Pela nova lei não é necessário que seja consumada a conjunção carnal (penetração) no crime de estupro de vulnerável, que se caracteriza pela prática de qualquer ato libidinoso com menor de 14 anos ou com pessoa (de qualquer idade) que, por enfermidade ou deficiência mental, não tem o necessário discernimento, ou não pode oferecer resistência. Para este tipo de crime a lei faculta ao autor a reclusão de 8 a 15 anos.

Foto: ilustrativa