Quadrilha invade Santander e estoura caixas eletrônicos

Fotos: Quico Cuter

Fumaça saindo do teto do Banco Santander, instalado na Rua Major Matheus, na Vila Antártica alertou um vizinho que acionou a Polícia Militar. No local os policiais constataram que a fumaça era oriunda de uma máquina de maçarico utilizada para estourar quatro caixas eletrônicos do Banco Santander e levar um montante em dinheiro (quantia não revelada). No local haviam seis caixas.

Os ladrões entraram ao estacionamento do banco e da igreja Assembléia de Deus Nipo Brasileira (Asnipo) pelos fundos estourando um cadeado do portão que dá acesso a Rua Rodrigues Cesar e abriram um buraco na parede do banco para entrar na sala do cofre forte.

O interessante é que mesmo a parede tendo cerca de 30 centímetros de espessura, os marginais fizeram pouco barulho já que ninguém ouviu nada durante a madrugada. O zelador da igreja, Cláudio da Silva Júnior, de 28 anos, que mora no piso superior a menos de três metros do buraco onde a parede foi aberta disse que não percebeu nada de anormal.

“Acordei com a chegada da polícia. Meu quarto fica bem em cima da parede que foi aberta, mas não sei o que usaram para abrir esse buraco. Minha mulher também não ouviu nada e isso está muito estranho. Fomos dormir por volta da meia noite e logo depois do culto fechei a igreja e subi para minha casa”, lembra Silva Júnior.

Ele revela que o estacionamento é usado pelos funcionários do banco e freqüentadores da igreja e tem duas entradas: uma pela Rua Major Matheus e outra pela Rua Rodrigues César. “Para fazer o que fizeram acho que estudaram bem o local. Espero que a polícia consiga identificar a todos”, disse o zelador.

O crime foi registrado no Plantão Permanente e será investigado pela equipe de policiais civis da 2ª Central de Polícia Judiciária em parceria com a Delegacia de Investigações Gerais (DIG).