Quadrilha especializada em roubos e furtos acaba presa

Fotos: Valéria Cuter

Na manhã desta terça-feira (26) um trabalho sincronizado entre os policiais civis da 2ª Central de Polícia Judiciária com a Guarda Civil Municipal (GCM) resultou na prisão de cinco elementos acusados de pertencerem a uma quadrilha especializada em roubos e furtos que estavam agindo na Cidade há várias semanas, invadindo residências e empresas. Também foram apreendidos capuzes, máscaras, armas de brinquedos que teriam sido usados nos crimes, além de diversos produtos que estão sendo periciados.
De acordo com o delegado Marcos Mores, da 2ª Central de Polícia Judiciária, que cobre a região onde os crimes aconteceram e esteve no comando da operação, há 40 dias vem sendo feito um trabalho sobre a ação dessa quadrilha na Cidade. Os elementos presos são: Abner Gimenez Braga (20), Rafael Aparecido Silva (21), André Vinícius Matias (20), Paulo Henrique Souza Brito (18) e Lucas Vaz Annunciato (18).
“Procuramos fazer um trabalho sigiloso de maneira técnica, trabalhando em conjunto com nossa Guarda Municipal, que teve participação importante nessa operação. Fizemos o cruzamento de dados para termos a certeza do envolvimento dessas pessoas nos crimes. O conjunto probatório que coletamos nessas semanas de investigação não deixa dúvidas quanto a participação desses elementos em vários delitos”, apontou Marcos Mores. “Pelo menos cinco crimes praticados por esta quadrilha já foram esclarecidos”, emenda o delegado.
Entre os crimes que teriam sido praticados pela quadrilha está o roubo tentado contra a empresa Café Tesouro, onde fugiram após bater o carro, além de acusação de roubo contra um casal, onde um dos elementos teriam “passado a mão” na mulher e entrado em luta corporal com o namorado que saiu em defesa da vítima.
“Temos indícios muito fortes da participação desses elementos em outros crimes de roubos e furtos praticados na Cidade que agora poderão ser esclarecidos. A maneira de agir é semelhante em diversos casos e o sucesso do trabalho dos reconhecimentos e prisões dos acusados foi em razão desse trabalho conjunto entre a Polícia Civil e Guarda Municipal”, destacou Marcos Mores.

Quadrilha bate carro

Ação importante para se chegar a prisão dos acusados aconteceu na madrugada do último dia 13 de janeiro em trabalho de patrulhamento preventivo/ostensivo realizado pela Guarda Municipal com os agentes Machado e Vaz, onde vários produtos suspeitos de terem sido furtados do interior de uma residência no Jardim Paraíso, nas proximidades do Supermercados Panda, foram apreendidos.
A operação teve início quando um veículo VW Gol, com placas de Botucatu, passou pela viatura da GCM em alta velocidade, não respeitando o sinal de “Pare” no cruzamento das Ruas Virgilio Bártoli com a Leonardo Villas Boas, na Vila Nova Botucatu, vindo a bater em um Fiat Brava, que estava, regularmente, estacionado. O VW Gol, totalmente desgovernado só parou quando bateu frontalmente contra o muro de uma residência já na Rua Lincoln Vaz.
Quando os cinco ocupantes do VW Gol perceberam que a viatura estava fazendo o acompanhamento saíram correndo do carro tentando empreender a fuga. Três deles conseguiram fugir, mas dois foram detidos: Abner Gimenez Braga e Rafael Aparecido Silva. No interior do carro havia vários objetos que seriam provenientes do furto e uma réplica de pistola automática.
Os outros três ocupantes do carro também foram identificados e presos na operação desta segunda-feira, ou seja, André Vinícius Matias, Paulo Henrique Souza Brito e Lucas Vaz Annunciato. Na ocasião do acidente, nenhum dos cinco elementos foi preso, mas os dados foram encaminhados ? 2ª Central de Polícia Judiciária que desenvolveu todo o trabalho investigativo.