Quadrilha é presa após assaltar empresária

Trabalhando numa ação conjunta, a Polícia Militar, Polícia Civil e Guarda Civil Municipal (GCM), prenderam em flagrante quatro elementos de uma quadrilha que tiveram participação em um assalto contra uma empresária proprietária de um supermercado.

A operação começou no início da tarde desta quinta-feira e o flagrante só foi encerrado na manhã desta sexta-feira, com o encaminhamento dos quatro elementos da quadrilha ? Cadeia Pública local, onde permanecem ? disposição da Justiça. Foram presos e vão responder por crime de roubo e formação de quadrilha André Faustino da Silva, 24, Alex Faustino da Silva, 30, Fabiano Korkamp, 33 e Robson Aparecido de Souza, 39.

A captura dos marginais foi auxiliada pelo circuito interno no banco Bradesco, na Rua Amando de Barros, onde esta mulher entrou para retirar a quantia de R$ 17 mil em dinheiro para efetuar o pagamento dos seus funcionários. Ela entrou no banco e solicitou a retirada do dinheiro no caixa e ficou aguardando sentada em uma poltrona.

Um elemento desconhecido sentou-se ao seu lado e ficou falando ao telefone celular, disfarçadamente. Quando a mulher saiu da agência bancária e entrou em seu carro que estava sendo conduzido por sua filha, foi seguida por esse elemento em um veículo modelo Fox, com placas de São Paulo.

Ao chegar ? Rua Sebastião Pinto da Conceição, na Vila Assunção, onde mora acabou sendo abordada pelos marginais. Ela e a filha foram obrigadas entrar na casa onde mediante ameaça, os assaltantes subtraíram o malote com o dinheiro e fugiram.

A mulher acionou a polícia e uma grande operação foi montada. O Fox com dois homens em seu interior acabou sendo interceptado nas proximidades da Cohab I, na saída para a Rodovia Marechal Rondon. A polícia já tinha conhecimento de que a mulher havia sido assaltada e as características de um dos marginais coincidia com as do elemento que foi filmado no banco.

Prosseguindo com a averiguação eles acabaram confessando que haviam praticado o roubo contra a mulher e indicou outro elemento que havia fugido com o malote do dinheiro para um sítio em Porangaba, em uma motocicleta. Foi também apontado um quarto elemento que teria dado cobertura ao crime em um veículo Renault Megane.

A PM se dirigiu para Porangaba e conseguiu efetuar a prisão de outros dois marginais que tiveram participação no crime. O dinheiro estava em uma plantação de maconha nas proximidades da casa. Eles foram conduzidos ao Plantão Permanente onde se reuniram aos outros dois que já haviam sido presos em Botucatu.

Vale lembrar que ficaram apreendidos para averiguação o VW Fox placas ANK-5392, uma motocicleta Honda placa EJM-6540 e um Renault Megane, placas JXX-3280, todos os veículos de São Paulo. Além disso, foi apreendido e está sendo averiguada uma farta quantidade de documentos bancários e pessoais de diferentes cidades.

{bimg:6706:alt=interna1:bimg}

“Foi um trabalho conjunto digno dos maiores elogios feito pela Polícia Militar e Civil. Recuperamos tudo o que foi roubado da mulher e ainda conseguimos apreender três veículos e outros materiais que estão sendo objetos de investigação. Estamos apurando a participação de outros crimes que esta quadrilha praticou em diferentes cidades de São Paulo. Agora tudo vai ser investigado e acredito que outros assaltos serão esclarecidos”, comentou o delegado seccional de polícia, Antônio Soares da Costa Neto.