Programa social da GCM leva cadeirante ao Fórum

A Guarda Civil Municipal (GCM) foi acionada a comparecer na Cohab V, onde um senhor chamado Darci, de 61 anos de idade e que é cadeirante estava se deslocando até o ponto de ônibus para ir até o Fórum de Botucatu, mas sua cadeira de rodas elétrica apresentou problemas.

A Guarda Municipal com o inspetor Barcaça e agente Maffei foram acionados e avaliando que não haveria tempo hábil para chegar até o fórum de Botucatu, o levaram até a audiência, uma vez que a esposa de Darci também é deficiente física. Este tipo de ação da instituição faz parte do Programa de Atendimento a Pessoas com Deficiência (PROAD), que visa além de preparar os agentes, também atende as pessoas que tenham algum tipo de deficiência.

“São exemplos que chegam diariamente ao nosso conhecimento, mas que fortalece ainda mais os vínculos humanos com a nossa comunidade botucatuense. Pelo respeito e credibilidade alcançados é que a Guarda Civil Municipal tem sido referência de segurança pública, dentro e fora do Estado de São Paulo”, argumenta o secretário municipal de Segurança Pública e Direitos Humanos, delegado Adjair de Campos.