Procurado por duplo homicídio em Botucatu é preso

Neste domingo, durante fiscalização pelo Km 248 da SP 280, rodovia Castello Branco, área do município de Avaré, a equipe do Tático Ostensivo Rodoviário  (TOR) abordou um caminhão da cidade de Praia Grande/SP com dois ocupantes que informaram terem ido até o município de Cornélio Procópio/PR levar uma mudança.

Após busca pessoal e no veículo foram solicitados os documentos dos ocupantes, sendo que o passageiro apresentou uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) com indícios de ser falsa, sendo que os policiais militares rodoviários, durante buscas nos seus pertences, não localizaram nenhum outro documento pessoal, cartão de banco ou qualquer outro papel que tivesse dados pessoais do abordado, o que levou os policiais militares rodoviários a suspeitarem que se tratava de outra pessoa utilizando-se de dados de terceiros.

 Ao indagá-lo quanto ao documento apresentado, o abordado se confundiu ao dizer os números do RG e mês do seu nascimento, sendo então que, devido às indagações feitas pelos policiais, o abordado confessou que estava envolvido no homicídio de duas pessoas em Botucatu no ano de 2007 e seu verdadeiro nome era Marciel Aparecido Ramires, nascido em 04/07/1983, sendo que desde essa época encontrava-se foragido e se mudando de cidade em cidade, sendo que ultimamente se encontrava em Praia Grande/SP.

Em consulta a rede mundial de computadores, a equipe do TOR localizou uma reportagem que informava que a Policia Civil de Botucatu estava a procura dos irmãos que praticaram homicídio contra Thiago Garcia Oliveira e Mariângela Garcia Oliveira, sendo que constava o nome de Marciel como um dos autores do crime.

A equipe com o intuito de confirmar toda a situação do homem que já estava preso pelo uso de documento falso, efetuou ligação no Distrito Policial de Botucatu e conversou com o delegado de plantão que se recordou do caso e se prontificou a procurar documentos a respeito nos arquivos daquela delegacia e localizou o mandado de prisão expedido pela 1ª Vara Criminal em 22/10/2009 pelo crime tipificado no artigo 121 do Código Penal (CP).

O preso foi encaminhado ao Plantão da Polícia Civil de Avaré, onde foi elaborado o flagrante pelo uso de documento falso e de captura de pessoa procurada pela justiça, sendo encaminhado posteriormente à Cadeia Pública de Sarutaiá.

 

Entenda o caso

Os crimes aconteceram em setembro de 2007, num sábado. Marciel Ramires discutiu com a sua amásia Luciana Oliveira, no período da tarde e a teria agredido. A mulher procurou a polícia e registrou o fato. 

Em seguida, procurou sua família, que se revoltou ao saber da história. O pai dela, Sidney Garcia de Oliveira, e os irmãos Sidney Garcia de Oliveira Filho e Thiago Garcia de Oliveira procuraram o agressor e o encontraram juntamente com seu irmão, Marcos José Ramires. A discussão terminou em briga. 

Os irmãos, ao que tudo indica, não desistiram da vingança. Com uma moto retornaram na casa da família Oliveira. O garupa desceu da moto e passou a disparar na direção de Sidney Jr, que estava na varanda da casa. 

Os tiros não atingiram o alvo. No entanto, mataram Mariângela e Thiago Oliveira, os irmãos que estavam na sala da casa. A mãe deles, Maria das Graças Oliveira, foi atingida por um tiro na perna. Desde então, os homens haviam fugido do local.