Preso em saidinha de Natal é acusado de assalto ? mão armada

Uma operação conjunta entre a Polícia Civil, Guarda Civil Municipal e Polícia Militar que foi iniciada na manhã de quinta-feira e só encerrada por volta das 20 horas, resultou na prisão de um cidadão chamado Danilo Michel de Lima, de 21 anos de idade. Esse rapaz é apontado pela polícia como um dos autores de um assalto praticado no dia 23 deste mês (domingo) contra uma pizzaria instalada na Rua General Telles, região central da Cidade.

Lima estava cumprindo pena de quatro anos de reclusão por crime de tráfico de entorpecentes, preso em flagrante pela Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) em 2010, mas recebeu benefício da saída temporária (conhecida como saidinha no dialeto carcerário) de Natal/Ano Novo e deixou o presídio dois dias antes do crime ser cometido. Ele ficaria em liberdade até as 18 horas do dia 02 de janeiro de 2013. Ele nega o envolvimento no assalto.

De acordo com as investigações feitas pela Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Lima e outro comparsa teriam invadido a pizzaria e rendido um casal que estava na cozinha. Eles estavam com as camisetas enroladas no pescoço e armados com uma faca e uma pistola. Um terceiro componente teria dado cobertura ao assalto permanecendo do lado de fora, em um veículo Passat, de cor preta. Depois de roubar R$ 2.900,00 os marginais fugiram em alta velocidade, sentido Vila Rodrigues, porém as placas do carro foram anotadas por uma testemunha.

Na manhã do dia seguinte, ou seja, segunda-feira (24), os policiais militares tenente Kleber e soldados Bento e Rocha, localizaram o veículo utilizado no roubo abandonado pela Rua Antônio Botti, região do Bairro Alto e no seu interior encontraram a faca e uma pistola de brinquedo (foto). O dono do veículo não foi localizado. Nesse mesmo dia, a PM recebeu a informação de um suspeito envolvido no crime e este chegou a ser procurado em sua casa, mas não foi encontrado e o caso foi encaminhado ao setor investigativo da Polícia Civil.

“Como entendemos que existiam indícios de que esse cidadão seria um dos suspeitos de ter participado do crime, pedimos sua prisão temporária, que foi concedida pelo juiz da 2ª Vara, Marcus Vinicius Bachiega. Entretanto, o trabalho investigativo não para e outros dois suspeitos de terem participado do assalto, também já foram identificados e estão sendo procurados”, disse o delegado Geraldo Franco Pires.