Policiamento montado de Avaré faz demonstração em Botucatu

A população botucatuense percebeu nesta terça-feira (15) algo diferente na região central da cidade. Trata-se da demonstração da atuação de parte do Regimento de cavalaria formada por seis cavalos do 53º Batalhão de Polícia Militar do Interior de Avaré, realizada na Rua Amando de Barros e Avenida Dom Lúcio.

A ação atende pedido feito pelo coordenador operacional da PM de Botucatu, Major Marcelo Amaral Oliveira. De acordo com o subcomandante interino do 12º Batalhão de Botucatu, Capitão Aleksander, o contato foi realizado com o Batalhão de Avaré já visando a futura implantação do policiamento montado na Cidade. “Esta é uma experiência que está sendo feita nas áreas de interesse de segurança pública, ou seja, na área central onde possui um grande fluxo de pessoas e comércio”, conta.

Ainda segundo Aleksander, foi feita uma análise dos benefícios que essa modalidade de policiamento ostensivo trarão para a população. “Estando no cavalo, o policial consegue ter uma visão privilegiada da rua e do público e também são vistos de longe pela própria população o que aumente a sensação de segurança”, explica.

O cabo Willian, do Batalhão de Avaré, comenta que este tipo de policiamento é feito na cidade há mais de 20 anos. “Trabalhamos com dezesseis cavalos em patrulhamento comercial e operações diárias. As pessoas na rua aqui em Botucatu nos abordaram perguntando se já começou a patrulha de policiamento montado e pareceram animadas”, relata.

A equipe de policiamento montado de Avaré também desenvolve um projeto de Equoterapia, método que utiliza o cavalo como principal recurso terapêutico, visando o desenvolvimento e reabilitação de pessoas portadoras de deficiência ou necessidades especiais. Segundo o Capitão Aleksander, a intenção é trazer este projeto para a cidade.

Pleitos – Audiência realizada no dia 14 de dezembro do ano passado, entre o prefeito João Cury Neto e o Comandante Geral da Polícia Militar do Estado de São Paulo, Cel. PM Álvaro Batista Camilo, colocou Botucatu mais perto de contar com um destacamento da cavalaria e um grupamento de canil da Polícia Militar.

Depois de analisar o pleito apresentado pelo prefeito, por meio do ofício 684/2010, o Cel. Camilo despachou o processo com parecer favorável ao seu atendimento, pedindo que o comando da PM de Botucatu também se manifestasse.

“Nós já fizemos isso, pois consideramos a instalação, tanto da cavalaria quanto do canil, de fundamental importância para melhoria da prestação de serviços que oferecemos ? comunidade. Se isso realmente se concretizar, Botucatu contará com praticamente todos os programas que a Polícia Militar dispõe e vai se tornar uma referência”, anuncia o coordenador operacional da PM, Major Marcelo Amaral Oliveira.

No dia 1º de fevereiro, o prefeito João Cury entrou em contato com o Coronel James, do CPI-7 de Sorocaba, e foi informado o processo foi encaminhado para São Paulo, também com parecer favorável. Diante da sinalização positiva da PM em Sorocaba e Botucatu, o prefeito viajou a São Paulo para acompanhar de perto o andamento do processo.

Na última segunda-feira [14], oito PMs seguiram para o Regimento de Cavalaria, em São Paulo, para iniciarem o curso de tropa montada, com duração de cerca de dois meses. No total, o município deverá contar com 12 cavalarianos. A cavalaria deverá atuar no patrulhamento da área central, de bairros periféricos e também em eventos.

{bimg:18204:alt=interna1:bimg}

Fonte e fotos: Secretaria de Comunicação – PMB