Policiais da DISE realizam flagrante de tráfico no Peabiru

No final da tarde desta quinta-feira, a Polícia Civil, por intermédio de uma operação realizada pelos policiais especializados da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) foi efetivada a prisão de Anderson Roberto Rosa, de 22 anos de idade. A operação foi deflagrada na Rua José Alfredo de Mattos, região do Jardim Peabiru.

Os policiais já estavam investigando a conduta de Rosa e sabiam que ele estava traficando naquela região da cidade. Munidos de um mandado de busca e apreensão expedido pelo juiz, os investigadores adentraram a casa e deram voz de prisão ao indiciado que estava no interior do seu quarto e não teve tempo de esboçar nenhuma reação de fuga.

Questionado pelos policiais ele indicou um guarda- roupa onde havia uma porção bruta de cocaína pesando 83 gramas e mais seis porções já embaladas em blisters (cápsulas ou pinos). Essas 83 gramas dariam para “encher”, aproximadamente, 290 pinos. Ainda no quarto foi apreendida uma balança de precisão, além de 300 pinos vazios, onde a droga seria embalada para venda ao usuário.

“Fiz besteira pensando em ganhar dinheiro fácil. Nunca havia entrado em uma delegacia antes disso. Estou arrependido e quando isso acabar não quero mais saber de mexer com droga e só vou pensar em cuidar dos meus dois filhos que ainda não completaram cinco anos de idade”, garantiu o acusado sem, entretanto, revelar aos policiais, a origem da droga.

Assistido na delegacia pelo advogado Marco Aurélio Capelli Zanin, o acusado, após prestar depoimento ao delegado Paulo Buchignani e ser indiciado em crime de tráfico de entorpecente acabou recolhido ? Cadeia Pública local. Para o condenado em crime de tráfico a previsão da Justiça é a aplicação de uma pena que varia de cinco a 15 anos de reclusão.

Fotos: Quico Cuter