Polícia reconstitui morte de motoqueiro no elevado Bento Natel

Na manhã desta quinta-fera (20) a Polícia Civil de Botucatu, por intermédio da 1ª Central de Polícia Judiciária e Polícia Técnico Científica realizou a reconstituição de um acidente ocorrido no dia 14 agosto deste ano no início do Elevado Bento Natel, principal meio de ligação entre a região central/Vila Aparecida e Vila Antártica/Vila dos Lavradores, que resultou na morte do Administrador de Empresas Leandro Antônio Sartor, de 31 anos de idade.

O trabalho foi coordenado pela equipe do delegado Marcos Sagin Campos, tendo apoio da Polícia Militar com a Rondas Ostensivas Com Auxílio de Motocicletas (ROCAM) e Guarda Civil Municipal (GCM), que controlaram o fluxo de veículo no trecho onde a reconstituição era feita. O laudo pericial que irá indicar as causas desse acidente deverá ser apresentado nos próximos dias.

Na ocasião do acidente, dados passados ? Polícia Militar (PM), através dos soldados Renê, Modesto e Almeida apontavam que o motoqueiro trafegava sozinho com sua motocicleta Honda DHJ-4697, pela Rua Manoel Álvaro Guimarães sentido Elevado Bento Natal (Avenida Vital Brasil) e no cruzamento com a Rua Estélio Machado Loureiro, tentou desviar-se de um veículo VW Gol de cor cinza, mas perdeu o controle, vindo a ser arremessado em direção ? calçada chocando-se contra uma pilastra de concreto. O motorista do Gol fugiu sem prestar socorro ? vítima.

Outro dado do acidente foi que ao ser lançado da moto, o capacete de Sartor soltou-se e feriu a um transeunte que passava pelo local. Essa testemunha de nome Luiz Carlos Martins de Souza, de 60 anos de idade, foi atingida na região torácica (peito) sofrendo ferimentos leves.

Socorristas do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (SAMU) estiveram no local e realizaram o encaminhamento da vítima até o Pronto Socorro (PS) do Hospital das Clínicas (HC) da Unesp, onde morreu ao dar entrada. O óbito foi atestado pelo Dr. Alan Fragotti Moreira. A testemunha (Martins) recebeu atendimento médico foi atendido no local socorrido ao PS e liberado, posteriormente. O Boletim de Ocorrência (BO) foi registrado no Plantão Permanente pelo delegado Marcos Mores.