Polícia prende dupla que vinha assaltando ônibus

Neste sábado (3) um trabalho conjunto realizado pela Polícia Militar de Botucatu e Delegacia de Investigações Gerais (DIG), com apoio da Polícia Militar Rodoviária de Barueri, São Paulo, resultou na prisão de uma dupla de assaltantes que nos últimos 20 dias cometeu quatro assaltos contra uma empresa de transporte coletivo da Cidade (Stadtbus) todos na região do Jardim Aeroporto e uma padaria na Cohab I. Foram cinco roubos em sequência. São eles: Alan Xavier Martins Silva, de 19 anos de idade, morador do Parque 24 de Maio e Hugo Ferreira Silva Lima, de 20 anos, que mora em São Paulo.

A prisão teve início quando na manhã deste sábado os assaltantes cometeram o quarto assalto contra o coletivo da Stadtbus onde, armados com uma faca, renderam o cobrador e o motorista para levar o dinheiro do caixa. Logos após esse crime ser cometido os policiais levaram as vítimas até a delegacia onde um dos marginais: Alan Souza foi reconhecido por foto, já que era um dos principais suspeitos. Ele também foi reconhecido por outras vítimas.

Como Alan já é conhecido nos meios policiais por prática de tráfico de entorpecentes, furto e roubo, os policias se deslocaram até sua casa no Parque 24 de Maio e foram informados de que ele estava ausente. Prosseguindo as averiguações foi detectado que Alan Lima havia viajado para São Paulo em companhia de Hugo Lima.

O ônibus foi interceptado no km 25 da SP-280 – Rodovia Presidente Castello Branco pela 4º Companhia da Polícia Rodoviária de Barueri. Os dois receberam voz de prisão, sendo escoltados até Botucatu chegando no início da noite. “Foi um dia inteiro de trabalho ininterrupto para que esses marginais fossem presos. O Hugo (Lima) mora em São Paulo e estava na Cidade somente para assaltar, se unindo a Alan (Souza), que é de Botucatu. Eles perceberam que a polícia estava fechando o cerco e tentaram fugir, mas não obtiveram êxito”, colocou o comandante da 1ª Companhia de Polícia Militar de Botucatu, capitão José Semensati Júnior.

A Polícia Civil participou dessa mega operação com o delegado Celso Olindo e os investigadores Vergílio e Adilson. A Polícia Militar esteve com o cabo Paulino e soldados Raul, Rodrigo e Marcos, além dos policiais rodoviários de Barueri, tenente Carlos, cabo Vinhadelli e soldados Camargo e Alfano.

De acordo com o delegado Celso Olindo não está descartada a possibilidade de que essa dupla tenha praticado outros crimes de roubo na cidade. Outro detalhe é que mais duas pessoas que teriam participação nos delitos, estão sendo investigadas e já foram identificadas.

Os quatro assaltos sequenciais em ônibus cometidos por essa dupla no Jardim Aeroporto (setor sul da Cidade) se iniciaram dia 16 de julho, na Rua Tenente Alarico Alves quando armados com facas e fazendo ameaças, renderam o cobrador e o motorista levando o dinheiro do caixa. De maneira idêntica eles assaltaram outros ônibus em agosto, especificamente na noite dos dias 1 e 2. O derradeiro assalto antes da prisão foi na manhã deste sábado (3). Também assaltaram a Padaria Bartolli, na Cohab I, no dia 29 de julho.