Polícia Militar realiza blitz no trânsito

A Polícia Militar de Botucatu, em atendimento ao programa que vem sido desenvolvido para coibir infrações de trânsito, está realizando blitz em pontos estratégicos da cidade, principalmente em locais de conflito, onde o fluxo de veículos é constante.

“A intenção é orientar e preservar os motoristas que estão regularizados e punir com aplicação de multas e até recolhimento de veículos, aqueles que não estão trafegando dentro nas normas exigidas pela lei.”, explicou o sargento João Batista que realizou a operação na Praça Coronel Moura – Paratodos, nessa terça-feira, com os soldados Oliveira, Foglia e Sérgio, da Base Comunitária Móvel.

Essa operação, além de flagrar condutores em situação irregular, também visa o combate preventivo de crimes como tráfico de entorpecentes, porte ilegal de arma, furto de veículos, entre outros. O delito mais comum, segundo o sargento da PM, é a falta de placa. Houve um problema com o emplacamento e muitos carros ainda estão trafegando sem placas, inclusive ônibus do transporte coletivo. Mas, nesse aspecto, a polícia tem ponderado com a situação, já que houve problemas com o emplacamento.

“Temos nos deparado com muitos casos de documentação vencida. Nesse caso procuramos orientar o motorista para que outra pessoa habilitada seja acionada para buscar o carro, pois senão além de pagar uma multa de mais de R$ 500,00 terá o carro apreendido”, alerta o sargento.

Outros problemas detectados com freqüência no trânsito em Botucatu dizem respeito aos estacionamentos. “É impressionante o número de motoristas que se utilizam de espaços reservados para deficientes físicos, para idosos ou mesmo para cargas e descargas. Não são raros os casos em que as pessoas estacionam nesses locais e vão fazer compras. Além de ser proibido, é um desrespeito ao próximo“, coloca João Batista.

Não bastasse isso, o oficial da PM relata que muitos motoristas tentam aplicar golpes do bilhete da zona azul nos policiais que cuidam do transito na cidade. “É até engraçado, mas tem condutor metido a espertinho que ao estacionar seu carro deixa uma folha de zona azul, no pára-brisa, como se ele tivesse sido colocado pelo guarda mirim. Porém essa folha é antiga, vencida, ou seja, de dias e até semanas atrás”, relata o comandante que conclui. “A polícia está atenta com esses motoristas metidos a espertos”.

Foto: Fernando Ribeiro