Polícia Militar captura assaltantes no meio do Rio Tietê

Uma grande operação foi montada na tarde desta quinta-feira pela Polícia Militar para fazer a captura de dois assaltantes que atacaram um casal com o filho que estavam pescando ? s margens do Rio Piracicaba, entre os municípios de Santa Maria da Serra e Anhembi. São eles: os irmãos Robson dos Santos e Fábio dos Santos, com 19 e 23 anos, respectivamente.

O pescador de nome Rogério deixou sua mulher e filho para ir até o carro para apanhar sua caixa de isopor quando foi surpreendido por três homens que chegaram em um veículo Ford KA de cor branca. Dois deles portavam armas e anunciaram o roubo, obrigando o homem a entrar no banco traseiro do carro. Coincidentemente, a vítima também estava com um veículo Ford KA da mesma cor. Dois marginais levaram o carro com a vítima e o terceiro veio atrás com o carro roubado.

Os marginais seguiram pela Rodovia SP 191 – Geraldo Pereira de Barros, sentido São Manuel, por, aproximadamente, quatro quilômetros e abandonaram o homem na estrada. A vítima depois de caminhar pelo acostamento conseguiu se comunicar com a Polícia Militar usando o celular emprestado de um caminhoneiro. Iniciou-se o patrulhamento pelas imediações, com a descrição dos veículos e um grande cerco policial foi montado visando a captura dos marginais.

O sargento Laudo e soldado Roma localizaram o carro roubado em um canavial, ? s margens do Rio Tietê no Condomínio Alvorada da Barra, região do Rio Bonito Campo e Náutica, Município de Botucatu. Prosseguindo as investigações os policiais detectaram que a dupla de marginais que estava no carro roubado, havia fugido em um barco de pescadores furtado.

Com outro barco emprestado por pescadores a PM efetuou patrulhamento e os irmãos Santos acabaram localizados no meio do Rio Tietê. Os barcos foram emparelhados e os dois receberam voz de prisão. Com eles foram apreendidas uma réplica de pistola e uma pistola calibre 765, usadas para render a família.

O outro assaltante identificado como sendo Magno Souza Silva, apontado como o dono do KA que deu cobertura ao roubo, não foi encontrado. Consta que um quarto elemento alcunhado de “Gú”, também teria participado do crime e está sendo procurado.

Os dois irmãos assaltantes foram conduzidos ao Plantão Permanente de Botucatu onde a autoridade policial civil ratificou a voz de prisão em flagrante já dada, anteriormente, pelos policiais militares e determinou o recolhimento de ambos ? Cadeia Pública local.

A vítima (Rogério) que pediu para não ter o nome completo divulgado, nem ser fotografado, disse que passou por momentos de terror em poder dos marginais. “Eles diziam que se eu comunicasse a polícia iriam matar minha família e só queriam o carro”, contou o homem, complementando: “O pavor que senti não desejo prá ninguém”.