Polícia investiga morte de mecânico carbonizado

Fotos: Luiz Fernando

Nessa segunda-feira (03) a Polícia Militar esteve dando apoio ? Polícia Técnica Científica que retornou na Oficina Brasil Motos Peças, na Avenida Santana onde o empresário Delfin Dantas de Oliveira, de 29 anos de idade, morreu carbonizado no início da noite deste domingo (02), em razão de um incêndio de grandes proporções que destruiu toda a oficina e parte de uma gráfica que fica nos fundos.

Em meio aos escombros da oficina os peritos encontraram uma das mãos do empresário que foi levada para um estudo minucioso e fazer parte do conjunto de provas para a confecção do laudo pericial que deverá ser concluído nos próximos dias para que as causas do acidente sejam elucidadas.

{n}Relembrando a tragédia{/n}

Aponta o Boletim de Ocorrência (BO) que Dantas havia se desentendido com sua mulher durante o horário do almoço, por volta das 12 horas. No início da noite, Dantas foi até sua oficina e por motivos que ainda não foram esclarecidos ateou fogo e permaneceu lá dentro vindo morrer carbonizado. O Corpo de Bombeiros esteve no local e apagou as chamas, mas nada pode fazer para salvar a vida do empresário.

Embora o caso careça de maiores explicações, há fortes indícios de que o próprio empresário teria ateado fogo em sua oficina, com o propósito de se suicidar, arrependido pelo desentendimento com a esposa. Testemunhas revelaram que o casal vivia em harmonia e desconheciam qualquer registro de violência física por parte dele contra a mulher.

Além do Corpo de Bombeiros, estiveram no local a Polícia Militar (PM) com o capitão Aleksander, tenente Borgatto e soldado Castilho; Guarda Civil Municipal (GCM) com os agentes Machado e André e os profissionais da Polícia Técnica Científica que irão elaborar o laudo pericial. O caso foi registrado no Plantão Permanente da Polícia Civil.

{bimg:46712:alt=interna:bimg}

Fotos: David Devidé