Polícia investiga furto contra capela São Judas Tadeu

Equipe especializada da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) iniciou nesta segunda-feira o trabalho que visa identificar os autores (ou autor) de um crime de arrombamento seguido de furto registrado na noite do último sábado pela Polícia Militar na capela de São Judas Tadeu, instalada na região do Jardim Cedro,  que pertence a Paróquia de  São Pio X,  na Rua José Ventrela, Jardim Reflorenda, administrada pelo cônego Marcos Paulo de Campos.

Os policiais que estiveram no local para registrar o crime detectaram que os marginais entraram na igreja após estourarem a grade da porta lateral e os vidros. Como havia marcas de sangue no chão, a hipótese levantada é que um dos marginais se feriu ao tocar nos vidros quebrados. Esse dado poderá ajudar a polícia na identificação do criminoso.

Do interior da capela os ladrões subtraíram ventiladores e microfones que são usados nas celebrações feitas por fiéis.  A polícia não descarta a possibilidade de que os objetos foram furtados da capela para serem trocado por drogas em biqueiras.