Polícia investiga descarte de remédios em Vitoriana

Fotos: reprodução/TV Tem

Um caso de descarte de várias caixas de remédios está sendo investigado pela Polícia Civil de Botucatu, através da 2º Central de Polícia Judiciária. Os medicamentos foram deixados em uma casa onde funciona a Associação de Moradores do Distrito de Vitoriana. O acesso a esta casa pode ser feito sem nenhum esforço, já que não tem portão.

Os remédios foram encontrados pela faxineira Iraci Siqueira da Silva que comunicou a presidente da associação Ondina Cotrin e esta acionou a Polícia Militar e a Vigilância Sanitária do Município. Foram apreendidas para averiguação três caixas de papelão com medicamentos diversos de amostra grátis, a maioria vencida e imprópria para consumo. Nas caixas havia analgésicos, antialérgicos, xaropes para tosse, remédios para pressão, entre outros.

Ondina Cotrin, revelou que é fator comum a Associação de Moradores receber doações, mas ela não tem conhecimento dos remédios e não sabe como vieram parar na casa. “Não sei quem trouxe esses remédios aqui, por isso acionei a Vigilância Sanitária para que se dê um destino a eles, pois a grande maioria está com data de validade vencida”, disse a presidente.

Rosana Minharro, da Vigilância Sanitária salientou que é preciso ter cuidado na hora de jogar remédios fora, mesmo aqueles que estejam com prazo de validade vencido e o caso é passível de punição. Diz que a pessoa que jogou esse remédio fora deveria ter procurado o centro de Saúde.

“Os remédios fora do prazo de validade devem ser destruídos, mas os que estão dentro do prazo, poderiam ser destinados a um banco de remédios”, disse. “Se um munícipe for flagrado descartando medicamentos em local impróprio pode sofrer punição e ser autuado, porque facilita o acesso dos medicamentos a crianças ou pessoas sem a devida orientação do uso”.