Polícia incinera mais de 57 quilos de maconha

Na tarde desta terça-feira (26), a Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE), realizou a incineração de 57,611 kg de maconha, 331,74 gramas de crack e 291,94 gramas de cocaína. O montante da droga foi resultado diferentes operações desenvolvidas pela delegacia especializada.

A incineração foi feita com autorização judicial e toda droga apreendida é enviada para um local seguro da Polícia Civil e fica depositada até que o juiz autorize sua destruição. “Antes, esse procedimento era feito duas vezes por ano. Porém, agora não deixamos acumular e a incineração é feita várias vezes ao ano”, colocou o delegado titular da DISE, Carlos Antônio Improta Julião Filho.

Além do delegado e dos investigadores da DISE, estiveram presentes acompanhando a incineração a promotora de Justiça, Claudia Rodrigues Caldas Lourenção; o representante da Vigilância Ambiental, José Carlos Viez e os peritos do Instituto de Criminalística (IC) Delbao Consolo Júnior e Luiz Fernando Bursi.

O delegado revela que para realizar o processo de incineração é necessário apresentar dados dos boletins de ocorrências que foram feitos e dos autos de exibição e apreensão da droga. Tudo é feito, segundo ele, de maneira organizada e rigorosa.

“Estamos destruindo hoje drogas que fizeram parte de operações que vão desde a detenção de usuários portando pequenas quantidades como a de perigosos traficantes com grande quantidade de entorpecentes que são tirados de circulação pelos nossos policiais”, complementou o delegado da DISE.

Fotos: Valéria Cuter