Polícia identifica estelionatário que age em bancos

A Polícia Civil de Botucatu, por intermédio da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), está à procura de um cidadão chamado Edson Moreira de Souza Pinheiro, de 30 anos de idade, apontado como um estelionatário que age em bancos lesando correntistas.

O trabalho investigativo teve início quando uma vítima do acusado (J.E.R.,  de 64 anos), morador de Anhembi alegou que havia sido lesado em mais de R$ 8 mil em saques de sua conta. Salientou que dias atrás estava em uma agência da Caixa Econômica Federal (CEF), quando o acusado lhe ofereceu ajuda para sacar dinheiro e ele entregou seu cartão e a senha.

A vítima foi embora e só percebeu que havia caído em um golpe dias depois quando entrou no posto de gasolina Portal da Serra para abastecer e seu cartão foi recusado. Constatou, então, que (o cartão) havia sido trocado pelo cidadão que o tinha auxiliado.

O trabalho investigativo da DIG feito pelos policiais Marcos Franco e Vitor, com os delegados Celso Olindo e Geraldo Franco Pires, chegaram até Pinheiro, que foi reconhecido pela vítima através de uma foto.  O acusado está sendo procurado, por ter sido apontado de agir em outras agências bancárias, inclusive com uso de um dispositivo conhecido como chupa-cabras (que é colocado na boca do caixa eletrônico e copia a senha dos correntistas).

“Ele foi reconhecido e estamos fazendo o levantamento dos locais onde ele teria agido. Conseguimos sua foto e as pessoas que foram lesadas ou tiveram contato com esse cidadão pode nos procurar aqui na DIG”, disse Marcos Franco. “Ele não é de Botucatu, mas acreditamos que sua prisão é uma questão de tempo”, complementou o policial.