Polícia fecha o cerco contra a exploração sexual

Numa operação desencadeada na noite de quarta-feira e que se estendeu ate a madrugada desta quinta-feira as forças de segurança com a Polícia Civil, através da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM), Polícia Militar (PM) e Guarda Civil Municipal (GCM), realizaram uma nova operação na Vila Santana, região da Cecap, considerado o principal ponto de prostituição da cidade.

Durante a operação foram fiscalizados os alvarás de licença de funcionamento dos bares naquela região da cidade e, principalmente, coibir a prostituição infantil, crimes de importunação ofensiva ao puder, além do uso e tráfico de entorpecentes,  captura de foragidos da Justiça e apreensão de armas.


Também a operação visou atender a várias denúncias de moradores de perturbação de sossego, com as presença de muitos travestis circulando pelas ruas em trajes sumários para programas sexuais. Durante a foram percorridas  várias ruas com diversas pessoas detidas para averiguação e, posteriormente,  liberadas. Nenhum caso de exploração infantil ou tráfico de drogas foi detectado.