Polícia elucida furto contra o Centro de Lazer Nova Aurora

Um trabalho realizado, conjuntamente, entre a Polícia Militar com o sargento Laudo e soldado Doriguel e a Polícia Civil com a equipe do delegado titular do 2º Distrito Policial (DP), Marcos Mores, elucidou a um caso de furto qualificado cometido no final de semana passado tendo como vítima a sede do Centro de Lazer Nova Aurora instalada na Vila Nossa Senhora de Fátima, causando grande prejuízo ? quela instituição que atende pessoas da terceira idade.

Foi identificado como autor do crime um cidadão de nome David Fernando de Oliveira, o Deivão, de 26 anos, já bastante conhecido nos meios policiais, principalmente, por envolvimento com o tráfico de entorpecentes. Também foi preso e apontado como receptador dos produtos furtados: Ricardo Antônio Arduino, de 25 anos.

Primeiramente, os policiais Laudo e Doriguel estiveram na casa de Arduino onde encontraram a mesa com amplificador do Nova Aurora. Ao ser questionado pelos PMs o averiguado alegou que os aparelhos pertenciam a Deivão e que ele estava apenas guardando em sua casa a pedido do mesmo.

Da casa de Arduino, os policiais se deslocaram ? residência de Deivão que recebeu voz de prisão, mas nenhum outro produto furtado foi localizado.
“O trabalho da Polícia Militar foi muito bem elaborado e agora estamos prosseguindo o trabalho investigativo para tentar recuperar os outros produtos furtados e atentos quanto aos cheques”, ressaltou Mores.

“Reconhecemos que será difícil a recuperação do dinheiro, pois acreditamos que já pode ter sido desviado para o tráfico de entorpecentes, mas o crime está esclarecido. Também não descartamos a hipótese de que outras pessoas possam estar envolvidas, direta ou indiretamente, no crime”, emendou o delegado.

Fotos: Valéria Cuter

{tam:30px}{n}O crime {/n}{/tam}

{bimg: 26792:alt=interna1:bimg}

O furto contra o Nova Aurora foi detectado na tarde de domingo quando o presidente Domingos Chavari Neto foi informado que a sede havia sido invadida e os marginais haviam arrombado as portas da secretaria e do escritório, para levar vários produtos que fazem parte do patrimônio do clube. Disse que um dia antes uma pochete com cópia da chave da porta de entrada havia sido furtada e a troca da fechadura estava prevista para ser feita na segunda-feira.

O presidente disse que quem entrou na sede, possivelmente, esteve no baile realizado no último sábado. “Acreditamos que a mesma pessoa que furtou a pochete com a chave esteve no baile de sábado e fez um estudo do local para voltar e levar os produtos. Passamos ? polícia investigativa todos os produtos que foram levados do clube”, colocou.

Entre outras coisas, Chavari contabilizou a falta de uma mesa de som de 24 canais com amplificador, dois monitores dos computadores, um retro projetor, peças em artesanato, além de vários talões de cheques do Banco do Brasil e a quantia R$ 5.117,00 em dinheiro.

“Ficamos muito chateados com esse acontecimento, pois tudo que temos aqui foi comprado ? custa de muito sacrifício, com a mensalidade dos sócios, bailes aos finais de semana e outras promoções que fazemos. O prejuízo foi grande e espero que a polícia consiga recuperar, pelo menos, parte do que perdemos”, lamenta Chavari.