Polícia Civil investiga assalto contra caminhoneiro

O setor de investigações da Polícia Civil de Botucatu está trabalhando para elucidar a um caso de roubo à mão armada cometido contra um motorista que ficou refém dos marginais até ser deixado no km 18 da SP-209 Rodovia João Hipólito Martins – Castelinho, nas proximidades da passarela do Parque Marajoara (foto), em Botucatu, por volta das 23h45 desta terça-feira (12).

A vítima informou que transitava com o caminhão trator Volvo, articulado com mais dois compartimentos pela SP-280 Rodovia Presidente Castelo Branco, sentido capital x interior, pista oeste, e ao atingir o km 120 da referida rodovia, nas proximidades de Boituva, sofreu uma fechada de um veículo de cor preta (não identificou o modelo). Em seguida foi rendido por um individuo com uma arma de fogo em punho que anunciou o assalto.

Prosseguindo seu relato o motorista disse que foi colocado na porta malas do referido veículo e permaneceu por um determinado período (não precisou quanto tempo) até ser liberado na Castelinho. Foi até a um posto de gasolina e de lá acionou a Polícia Militar que esteve no local com o cabo Amarildo e soldado Minici. Posteriormente, foi conduzido ao Plantão Permanente onde o Boletim de Ocorrência (BO) foi confeccionado.

O motorista P.A.C.M. de 30 anos (pediu a omissão do nome) revelou que os marginais levaram o caminhão Volvo FH440, placas IRY-0440, de Palmeira do Oeste/SP, que tracionava os semi-reboques, placas NGT-9945 e NGU-0105, modelos SR/Guerra AG GR, ambos de Palmeira do Oeste. O veículo estava com uma carga de soja.