Polícia Civil e Militar e GCM realizam mega operação na Cidade

Das 6 ? s 16 horas desta sexta-fera (30), uma mega operação foi realizada, conjuntamente, pela Polícia Civil e Militar e Militar e Guarda Civil Municipal (GCM) em diferentes regiões Cidade, onde os policiais realizaram busca em residências, fizeram abordagens a pessoas e veículos suspeitos e cumpriram mandados de prisão e busca e apreensão.
No total trabalharam nesta operação 25 policiais, utilizando 9 viaturas, sendo 38 pessoas abordadas e 7 veículos vistoriados. Também foram cumpridos 5 mandados de busca e apreensão, quatro prisões por mandado civil e uma apreensão de objetos furtados.
Para o trabalho operacional foram montadas várias equipes que saíram ao mesmo tempo, depois de uma reunião entre os comandantes responsáveis pela Segurança Pública da Cidade, para discutir a estratégia operacional que definiu o trabalho que casa equipe iria desenvolver.

“Para que a operação obtivesse êxito, cada equipe só ficou sabendo onde iria cumprir aos mandados minutos antes da operação ser iniciada”, colocou o capitão José Semensati Júnior, comandante da 1ª Companhia de Polícia Militar. “Operações conjuntas como esta são importantes para dar segurança a população. Entendo que é assim que a polícia deve agir, ou seja, trabalhando em parceria para combater o inimigo comum que é o criminoso”, acrescentou.

Para o comandante da GCM, Paulo Renato, este tipo de operação conjunta é muito importante. “Mostra o entrosamento entre as polícias e isso dá uma sensação de segurança para a população e gera clima de intranquilidade para pessoas mal intencionadas que agem contra a lei”, colocou.

O delegado titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Celso Olindo, defende que o cumprimento de mandados em dias específicos para tirar pessoas procuradas das ruas e apreender produtos ilícitos de furtos e roubos, é importante. “Existe um entrosamento muito bom entre as polícias e a Guarda Municipal e isso possibilita que operações como esta sejam realizadas com sucesso”, frisou Olindo. “Seguramente, outras operações semelhantes deverão ser deflagradas na Cidade”, complementou o delegado.

Foto: Valéria Cuter