Polícia Ambiental realiza apreensão de pássaros em cativeiro

Neste final de semana o 2º Pelotão da Polícia Militar Ambiental de Botucatu, com o cabo Dárcio e soldado Galvão, em atendimento a denúncia anônima, que versava sobre pássaros em cativeiro, efetuou o deslocamento até o Município de Bofete onde foi constatada a existência de 19 pássaros sendo mantidos em cativeiro, dois deles na listas das aves ameaçadas de extinção (curió e azulão).

Foram apreendidos três sanhaços, uma maitaca bronzeada, um periquitão maracanã, quatro tico-ticos, dois tico-ticos comuns, dois sabiás pardos (barranqueiros), um galo de campina, um coleiro papa-capim, dois pintassilgos, além do curió e azulão. Além dos pássaros foram apreendidas 11 gaiolas de transporte.

Diante dos fatos, a ocorrência foi apresentada no Distrito Policial de Bofete, onde a autoridade policial civil elaborou Boletim de Ocorrência (BO), tendo em vista o fato constituir-se em crime ambiental de acordo com o artigo 29 da Lei Federal nº 9.605/98, que prevê uma pena de 6 meses a 1 ano de detenção. Foi elaborado um auto de infração ambiental, sendo arbitrada multa no valor de R$18.500,00.

Como a Polícia Ambiental entendeu que os pássaros estavam bastante ariscos, indicando que haviam sido capturados recentemente, foram devolvidos ? natureza. O nome da pessoa acusada da prática de crime ambiental não foi divulgado.