Polícia Ambiental faz apreensão de mais de 9 mil metros de redes

Nesta sexta-feira o 2º Pelotão de Policia Militar Ambiental de Botucatu, realizou uma operação nos municípios de Botucatu, São Manuel e Anhembi, com vistas ? pesca predatória, degradações ambientais e outros ilícitos penais.

Durante a operação, as patrulhas embarcadas efetuaram o recolhimento de 243 (duzentas e quarenta e três) redes de nylon, perfazendo um total de 9.025 (nove mil e vinte e cinco) metros de extensão.

As redes encontravam-se armadas e infringiam a regulamentação necessária, uma vez que ultrapassavam o comprimento permitido que é de 350 metros e 1/3 do ambiente aquático onde estavam armadas e também estavam armadas a menos de 150 metros umas das outras.

“Para se praticar pesca com rede é necessário que o pescador seja credenciado e tenha carteira de pescador profissional para evitar qualquer tipo de problema com a fiscalização. Além disso, tem que usar os petrechos permitidos por lei. Vamos continuar fazendo esse trabalho por diferentes rios da região para coibir a pesca ilegal e a pesca predatória”, colocou tenente Henrique, comandante da Polícia Ambiental de Botucatu que tem uma área de atuação que atinge vários municípios da região.

“A intensificação da fiscalização embarcada irá continuar”, acrescenta o comandante, lembrando que o 2º Pelotão da Ambiental de Botucatu, está a disposição através do telefone (14) 3882-6070, para tirar qualquer dúvida ou receber denúncia de crime contra o Meio Ambiente.