PM socorre vítima e elucida crime de homicídio tentado

Policiais militares Sérgio, Garcia e Forner estiveram na Rua Rio Grande do Sul, s/n, no Bairro Campos Elíseos, em Pardinho para atender a um caso de homicídio tentado, tendo como vítima um cidadão chamado Sebastião Lourenço, de 42 anos de idade, que recebeu três tiros disparados por Juliano Cesar Lopes, de 32 anos. Os motivos do crime estão sendo apurados.

A viatura deslocou-se até o local do fato onde os PMs localizaram Lourenço deitado de bruços na cama sangrando muito e com ferimentos de arma de fogo no rosto, nuca e peito. Os próprios policiais socorreram a vítima e a levaram até a entrada do Bairro Campos Elíseos, onde foi entregue a viatura do Serviço de Atendimento médico de Urgência (SAMU), uma vez que o local era de difícil acesso.

Em vistoria pelo local do crime os PMs encontraram próximo a porta da casa da vítima, um revólver calibre 32, com a numeração raspada, com três munições deflagradas e uma intacta. Também foi localizado o veículo do autor dos disparos (Ford Escort) e no seu interior havia um coldre.

Prosseguindo as averiguações os policiais adentraram a casa onde localizaram uma espingarda cartucheira calibre 36, também com a numeração raspada e uma bolsa contendo 18 estojos de cartuchos sendo 16 vazios e dois intactos (carregados). Dados, armas e veículo apresentados no Plantão Permanente de Botucatu, onde o delegado Marcos Mores, após tomar ciência dos fatos elaborou o Boletim de Ocorrência (BO) de homicídio tentado. Embora o crime tenha sido esclarecido o autor dos disparos não foi localizado.

Vítima foi internada no Pronto Socorro (PS) do Hospital das Clínicas de Rubião Júnior, permanecendo sob cuidados médicos. Veículo foi apreendido para averiguação e recolhido ao pátio da Botucatu Parking por ser de propriedade do autor do crime, podendo ter ligação com o caso.