PM realiza bloqueio para coibir a criminalidade

O Relações Públicas e porta voz do 12º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Botucatu, capitão Maurício José Raimundo, revela que o comando está preparando para os próximos dias várias operações bloqueios em diferentes pontos da cidade, com a finalidade de coibir infrações de trânsito e observar documentação de condutores e veículos.

Obviamente, o local e a data em que essas operações irão acontecer são mantidos em sigilo pelo comando da PM. Mesmo os policiais que irão participar da operação só ficam sabendo os locais onde serão feitas as abordagens pouco antes do trabalho ser iniciado.

As infrações relacionadas ao trânsito, se constituem em 60% das ocorrências diárias registradas em Boletins de Ocorrência (BO) pelos policiais, em diferentes regiões da cidade. Grande parte dessas ocorrências são referentes ? embriaguês no volante.

“Quanto tiramos um cidadão embriagado do transito da cidade, muitas vezes estamos evitando um acidente grave na próxima esquina, protegendo a vida do próprio infrator e de outras pessoas. Por isso é importante esse trabalho preventivo que é feito regularmente na cidade”, colocou o capitão da PM.

Ele relata que neste tipo de operação surpresa, também é realizada com o objetivo de apreender armas, drogas e tirar elementos que são procurados pela Justiça de circulação. “Em razão disso, essas operações em Botucatu, sempre farão parte do cotidiano do nosso trabalho e continuarão sendo deflagradas”, prometeu o oficial da PM.

Reconhece o capitão que, embora necessário, o trabalho da revista pode constranger os motoristas. “Quando o policial intercepta um carro ou uma pessoa na rua para fazer a revista, o objetivo não é constranger ninguém e sim fazer um trabalho preventivo para impedir que o crime aconteça”, explica.

“Nessas abordagens, em muitos casos, são tirados de circulação, pessoas de alta periculosidade, além de apreensão de armas e drogas. O cidadão de bem, não deve ficar constrangido com a abordagem e sim ajudar e facilitar o trabalho policial. Infelizmente essa operação é necessária para a própria segurança da população”, complementa o porta voz do 12º BPM-B.

Foto: Fernando Ribeiro