PM que sofreu acidente permanece em estado estável

Fotos: Lucas Pereira

O estado clínico da sargento Márcia Lázaro (45), que foi vítima de um grave acidente na última sexta-feira (3) juntamente com soldado Rafael Panhoça, de 31 anos, permanece estável, mas ainda inspira cuidados de acordo com a equipe médica da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital das Clínicas (HC) de Botucatu.

Os policiais faziam a escolta de um preso para Bauru e se envolveram no acidente no município da Cidade de Espírito Santo do Turvo, no km 29 da SP-225 – Rodovia Engenheiro João Batista Cabral Rennó, que liga Santa Cruz do Rio Pardo a Bauru. Panhoça sofreu várias fraturas no corpo, passou por uma intervenção cirúrgica, mas não corre risco de vida.

Já a sargento Márcia que comandava a operação de escolta, com a pancada teve um trauma que está sendo controlado através de medicação. No dia de hoje (06/01), a equipe médica diminuirá a sedação após completar as 72 horas de observação e talvez ela saia do coma induzido. As demais vítimas desse acidente, ou seja, o condutor do Fox e o preso que estava sendo escoltado sofreram ferimentos leves e foram medicados.

{n}Relembrando{/n}

De acordo com o que foi apurado no local a viatura da PM de Botucatu seguia para a cidade de Bauru, quando próximo ? entrada do sitio São João do Turvo, um veículo Fox saiu de uma estrada rural e cortou a frente da viatura. Sem ter como evitar o acidente, o condutor do Corsa da PM (Panhoça) acabou colidindo contra a parte frontal do Fox. A viatura ainda rodopiou e parou fora da pista ficando, totalmente, destruída.

Outros motoristas que presenciaram o acidente acionaram a PM de Espírito Santo do Turvo, que entrou em contato com o Serviço Médico de Urgência (SAMU) e Corpo de Bombeiros de Santa Cruz do Rio Pardo. Antes da chegada dos socorristas, os motoristas que faziam uso da rodovia pararam para prestar socorro e perceberam um foco de incêndio no motor da viatura. Como os policiais estavam presos nas ferragens eles usaram extintores e conseguiram evitar uma possível explosão.

Com a chegada do Corpo de Bombeiros os dois policiais foram socorridos em estado grave, retirados das ferragens e encaminhados ? Santa Casa de Misericórdia de Santa Cruz do Rio Pardo. Em razão da gravidade dos ferimentos a sargento Márcia foi estabilizada e transferida para Hospital das Clinicas de Botucatu. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia de Espírito Santo do Turvo e o laudo da Polícia Técnica Científica poderá esclarecer as causas que originaram o acidente.