PM promove treinamento para Força Tática e ROCAM

Para aprimorar o trabalho de patrulhamento ostensivo/preventivo, o comando do 12º Batalhão de Polícia Militar do Interior, de Botucatu, está realizando treinamento específico para os componentes da Força Tática e Rondas Ostensivas com Auxílios de Motocicletas (ROCAM). O responsável pelo treinamento é o major Marcelo Oliveira, coordenador operacional do Batalhão.

Além da manutenção do físico dos policiais militares, o treinamento também tem como meta a demonstração do poder de mobilização da PM no Município, ou seja, em poucos minutos o comando tem ? sua disposição um grande efetivo treinado para missões de inopino (repentinamente, inesperadamente) ou ocorrências de maior gravidade.

“Também, serve para o contato pessoal com a população, dentro da doutrina do Policiamento Comunitário, onde durante o trajeto somos cumprimentados por grande número de transeuntes e que caso haja necessidade, toda a tropa, durante o exercício está pronta para intervir na resolução de ocorrências”, explica o major Marcelo.

Segundo ele, é necessário que os policiais militares estejam sempre em boa forma física devido ? s atividades a que estão sujeitos. “Principalmente essa fração da tropa (Força Tática e ROCAM) que formam o Pelotão de Choque do 12 º BPM/I, apto para atuar nos 13 municípios da nossa região em ações de maior gravidade, entre elas: ocorrências de seqüestro, reintegração de posse, em estabelecimentos prisionais e outras”, frisa o major da PM.

Mas, o mais importante, prossegue o coordenador operacional, é o contato direto com a população que pelas manifestações que a PM tem durante o trajeto da corrida e apóia esse tipo de atuação e já “cobra” quando haverá a corrida da PM pela Amando de Barros. “Por isso, mensalmente, estaremos realizando esse tipo de atividade e outras inovações que traremos para nossa cidade”, concluiu.

{n} Fotos: Valéria Cuter

{bimg:22877:alt=interna1:bimg}