PM localiza carro roubado clonado e flagra tráfico

 

Na Vila dos Lavradores ao abordar carro suspeito e com chassi adulterado os policiais constataram que era produto de roubo cometido em São Paulo e o tráfico foi feito na Rua Armando Ognibene

 

Foi efetuando patrulhamento preventivo/ostensivo de rotina que os policiais militares da equipe Alpha sob o comando do tenente Newton,  realizaram duas operações distintas em pontos diferentes da cidade resultando na localização de um veículo dublê roubado e em um  flagrante  de tráfico de entorpecentes.

Na Avenida Leonardo Villas Boas, Vila Paulista, o sargento Marcelo e soldados De Moraes e Destro localizaram um veículo EcoSport, com placas de Campinas,  que despertou suspeita. Realizada abordagem do veículo  e nada ilícito foi detectado. Verificado emplacamento junto ao Sistema de Processamento de Dados de São Paulo (Prodesp) e tudo estava normal. Os policiais insistiram e verificaram que a documentação do veiculo não coincidia com o número do chassi, que estava raspado, além do lacre da placa estar adulterado.

Com o levantamento do chassi verdadeiro constatado que o veiculo era produto de um crime de roubo cometido em São Paulo. O condutor que alegou desconhecer o ilícito foi apresentado  junto ao Distrito Policial da Vila dos Lavradores para que o Termo Circunstanciado (TC) fosse feito. Ele foi liberado, mas o carro ficou apreendido.

 

Tráfico de drogas

Já a outra operação da equipe Alpha, desta feita com os cabos Forner e Sidney,  pela Rua Armando Ognibene, região do Jardim Brasil,  resultou na prisão  de um rapaz chamado Alex Júnior que foi flagrado vendendo droga para uma mulher. Ao perceber a viatura saiu correndo, entrou em uma casa e se refugiou no quarto. Ocorre que o dono desta casa não conhecia o averiguado  e levou um grande susto quando ele invadiu o imóvel.

Com ele  havia R$ 20,00 e uma pedra de crack. Já em um terreno baldio, próximo ao local onde o rapaz foi flagrado vendendo droga, os policiais localizaram outras duas pedras de crack e três porções de cocaína. Alex foi levado à Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE)  e indiciado em  flagrante.