PM flagra “gato” em rede de energia elétrica

Na tarde desta quinta-fera a Polícia Militar de Botucatu, através do cabo Ronaldo e soldado Capeluppi, com apoio do tenente Freitas e soldado Luiz Alberto elaboraram uma flagrante de furto de energia elétrica, conhecido como “gato” em uma barraca de lanches e bebidas que fica no Distrito de Rubião Júnior. A operação se deu na Avenida Raimundo Putti, altura do número 1020, próximo ao campus da Unesp.

Os policiais compareceram ao local acionados por uma ligação anônima e ao fazerem a averiguação constataram que a ligação clandestina havia sido feita pelo próprio proprietário da barraca que “puxou” energia elétrica para seu ponto comercial da rede elétrica da rua.

Os policiais encaminharam o infrator ao 2º Distrito Policial, onde o delegado Marcos Mores elaborou o flagrante de furto qualificado, mas o acusado acabou sendo em colocado em liberdade e deverá responder pelo crime em liberdade.

Também esteve participando dessa operação a Guarda Civil Municipal (GCM) que tomou as medidas administrativas sobre o caso, com relação ao alvará de funcionamento, notificando o estabelecimento para regularização. O nome do cidadão que foi flagrado fazendo “gato” foi mantido em sigilo a pedido da polícia, já que o acusado não foi preso.

Esse tipo de crime de “gato” é bastante comum e é difundido em todo País. O sistema elétrico registra prejuízo estimado em mais de R$ 5 bilhões ao ano, o que representa 12% da arrecadação brasileira, em razão de fraudes e furto de energia. Para exemplificar, esse valor é maior que todo o orçamento de alguns ministérios.

Em muitos casos a energia é cortada por falta de pagamento e o morador da residência acaba fazendo uma ligação clandestina da rede elétrica direto para sua casa sem passar pelo relógio que mede o consumo da energia gasta. Além de não receber pela energia fornecida ao consumidor, a empresa elétrica é obrigada a recolher aos cofres públicos o valor do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) que incide sobre o consumo.