PM faz flagrante de lesão corporal com retenção de vítima

Indiciado estava ameaçando sua mulher com uma faca, no quintal da casa e com a chegada da guarnição ele agarrou a mulher pelo pescoço dizendo que poderia matá-la, caso houvesse aproximação da PM

 

Um flagrante de ameaça seguida de lesão corporal com retenção de vítima foi feito pelo cabo Contessotto e soldado Moreno, quando atenderam a uma denúncia feita junto ao Comando Operacional da Polícia Militar (Copom),  sobre uma desinteligência que ocorria na Rua Horif Jorge, região do Jardim Brasil, por volta das 23h50 desta quinta-feira.

Está contido no Registro Digital de Ocorrências (RDO) que um homem de 27 anos, chamado Bruno Roberto, estava ameaçando sua mulher (24 anos) com uma faca, no quintal da casa. Com a chegada dos policiais ele agarrou a mulher pelo pescoço, dizendo que poderia matá-la, caso houvesse aproximação da PM.

Diante da gravidade da situação, foi solicitado apoio policial, comparecendo as viaturas de Força Tática e também as viaturas de policiamento e do Dejem (Diária Especial por Jornada Extraordinária de Trabalho), para que houvesse a negociação e muito diálogo e o mesmo se entregasse.

Já era madrugada de sexta-feira quando Bruno Roberto cedeu e se entregou, sendo ele e a mulher conduzidos ao Plantão Permanente para que o caso fosse apresentado ao delegado Lourenço Talamonte Neto, que ratificou a voz de prisão já dada pelos policiais militares e determinou o recolhimento do indiciado à Cadeia de Itatinga.