PM descobre casa utilizada como fábrica de entorpecentes

O tenente Danilo e soldado Alex realizaram uma operação pela Rua Jair Aparecido Contessote, no Residencial Arlindo Durant, que resultou na prisão de três pessoas indiciadas em crime de tráfico de entorpecentes e associação ao tráfico. São elas: Vicentina Aparecida Ferreira, de 52 anos;  Rafael Willian Ferreira (22); e  Alessandro Pereira Jacinto (32).

Após denúncia anônima os policiais militares realizaram patrulhamento pelo local citado e com a autorização da dona da residência foi feito vistoria, sendo localizado o indiciado Alessandro no quarto e Rafael no banheiro, onde havia uma sacola plástica contendo 393 “parangas”  de maconha.

No telhado daquela residência também foi encontrada uma sacola plástica contendo 176 pedras de crack.  No quarto de Alessandro os policiais apreenderam uma tigela com um prato, R$ 93,00,  três aparelhos celulares, uma balança digital,  duas facas e várias embalagens plásticas para acondicionar entorpecente.

No momento em que eram conduzidos para a viatura Alessandro e Rafael tentaram fugir, mas não obtiveram êxito.  No relatório policial consta que ao serem indagados sobre o entorpecente, teriam confirmada a traficância pelo local. No Plantão Permanente o delegado Marcelino Aparecido Ferreira ratificou a prisão fazendo o encaminhamento da mulher à  Cadeia de Porangaba e a dos rapazes à Itatinga.