PM apreende “chupa-cabras” em caixas eletrônicos

Fotos: Valéria Cuter

A Polícia Militar, com o sargento Paulo e soldados Chavari e Mácoris, efetuaram a prisão em flagrante três pessoas acusadas de instalar dispositivos conhecidos como chupa-cabras nos caixas eletrônicos da agência da Caixa Econômica Federal, na Rua Major Matheus, na Vila dos Lavradores. O chupa-cabras é um dispositivo instalado nos caixas com a finalidade de clonar cartões de crédito e senhas, para saques.

Foram presos em flagrante dois homens e uma mulher, que são de São Paulo e suspeitos de pertencerem a uma quadrilha organizada que está agindo no interior do Estado lesando correntistas. São eles: Aldecir Simão Alves (44); Alan de Bastos Costa (29) e Graziela Mastreghi dos Santos (26).

Os marginais já haviam adaptado quatro chupa-cabras em dois dos sete caixas do banco. Com isso, eles poderiam movimentar a conta do correntista para todo e qualquer serviço bancário. Além da instalação dos dispositivos isolaram os outros cinco caixas eletrônicos. Com isso o cliente que entrasse ao banco teria, necessariamente, que usar os dois caixas adaptados com o chupa-cabras.

Para efetuar a prisão a PM foi informada, via 190, que havia pessoas em atitude suspeita dentro do banco. Ao chegar ao local os policiais detiveram a mulher que estava na parte externa ao lado de um VW Fox, prata, placas ASC-0875, de São Paulo “Quando entramos no banco percebemos que os indivíduos estavam no caixa com chupa-cabras, simulando fazer serviços bancários. Eles receberam voz de prisão e não tiveram tempo de reagir”, lembra o soldado Chavari. Também foi apreendido uma caminhonete Dodge Journey, placas EHA-2323, de São Paulo.

Os três foram conduzidos ao Plantão Permanente e apresentados ao delegado Celso Olindo que confeccionou o Boletim de Ocorrência, enquadrando o trio em crimes de tentativa de furto qualificado mediante fraude e formação de quadrilha. Os dois homens foram recolhidos para a Cadeia de Botucatu e a mulher ao presídio feminino de Itatinga. De acordo com o delegado o trabalho terá sequencia para que seja avaliado se eles agiram em outros bancos da Cidade.