Perna de mulher boiando é localizada por pescadores

Na tarde deste sábado, o sargento Paulo da Polícia Militar de Botucatu compareceu na Ponte do Rio Jaú que fica no km 180 da SP-191 Rodovia Geraldo Pereira de Barros, para atender a um chamado feito por pescadores embarcados.

Enroscada em meio aos iguapés os pescadores localizaram a parte de uma perna esquerda, possivelmente, de uma mulher. A perna estava cortada, cirurgicamente, do joelho para baixo e separada da região da coxa por uma incisão feita na cartilagem do joelho.

A Polícia Técnica/Científica de Botucatu esteve no local e deduziu que era uma perna feminina pelo formato e o pelo esmalte cor de rosa nas unhas dos pés. Pelo estado de conservação da parte da perna significa que ela foi cortada, recentemente, menos de 24 horas, muito provavelmente durante noite de sexta-feira ou madrugada deste sábado.

A equipe de profissionais da Funerária Coração Jesus realizou e retirada da perna cortada do rio que agora deverá ser mantida conservada até que a polícia identifique o que aconteceu. Nenhuma outra parte do corpo foi localizada.

Como não está descartada a possibilidade de ter sido cometido um assassinato ou mesmo uma tentativa de assassinato, a polícia está trabalhando na averiguação de pessoas que desapareceram na região nas últimas horas. Também há possibilidade de ser feito um exame de DNA para tentar descobrir a quem pertence essa perna cortada.

Outra hipótese que está sendo levantada é que a mulher pode ter sido assassinada e esquartejada, tendo seu corpo dividido em diversas partes e espalhadas para dificultar a identificação da vítima. Porém, por enquanto, tudo está na base da especulação e é necessário que as investigações avancem para que o mistério seja desvendado.

Fotos: Divulgação