Operação resulta em prisões e apreensão de arma e droga

Uma operação conjunta realizada entre as policias Civil e Militar, assim como a Guarda Civil Municipal (GCM) foi desencadeada nesta quinta-feira (24) para coibir furtos na cidade obtendo resultados positivos. Na operação foram utilizados 06 policiais militares com 02 viaturas; 10 policiais civis com 06 viaturas e 10 agentes da Guarda Civil Municipal (GCM) com 04 viaturas.

Foram feitas 04 prisões, sendo um procurado pelo crime de furto; um pelo crime de porte ilegal de arma; um pela falta de pagamento de pensão alimentícia e um por flagrante de tráfico de entorpecentes no Jardim Monte Mor.

Foram feitos 19 mandados de prisão; 31 pessoas averiguadas e 12 veículos vistoriados. Também feito flagrante de um crime de jogo de azar; 02 portes de entorpecentes; 02 tráficos de entorpecentes e posse ilegal de arma de uma espingarda.

O comandante da 1ª Companhia de Polícia Militar, capitão Aleksander Lacerda revela que em operações como esta, vários mandados de prisões e apreensões são realizados, além de fiscalização com a finalidade de tirar de circulação veículos (carros e motos) com documentação irregular. “Nessas operações ficamos atentos para capturar pessoas procuradas da Justiça, apreensão de armas e drogas ilícitas”, frisou Lacerda.

O comandante da GCM, Sérgio Bavia salienta que a operação conjunta é muito importante. “Ela (operação) mostra que existe um bom entrosamento entre as polícias e isso dá uma sensação de segurança para a população e gera clima de intranquilidade para pessoas mal intencionadas que estejam pensando em praticar algum tipo de delito”, frisou Bavia.

O delegado titular da Delegacia de Investigações Gerais (DIG), Celso Olindo detectou como fundamental esse trabalho para o combate ao crime. “Entendo que é assim que a polícia deve agir, ou seja, trabalhando em parceria para combater o inimigo comum que é o criminoso”, frisou Olindo. “Esta foi mais uma das muitas outras operações que serão desencadeadas na cidade”, emendou o delegado.