Operação envolve 80 homens das forças de segurança de Botucatu

Fotos: Valéria Cuter

Uma mega-operação surpresa que teve início na noite de sexta-feira (5) e terminou na madrugada de sábado (6) foi realizada pelas forças de segurança de Botucatu, com a Polícia Militar (PM), Polícia Civil e Guarda Civil Municipal (GCM). Foram utilizados 80 homens divididos em 30 viaturas para percorrer diferentes pontos do município para coibir a criminalidade.

Mais de 100 veículos como viaturas e motocicletas foram vistoriados, além de bares e outros estabelecimentos comerciais de entretenimento. Também fez parte da operação fazer apreensão de armas ilícitas e drogas, assim como capturar pessoas procuradas pela Justiça, entre outros.

“Foi uma operação completa, onde utilizamos nosso pessoal para o combate ao crime. É averiguado tudo. O objetivo dessa operação é mostrar o trabalho sincronizado entre as polícias, para dar maior segurança ? população. É muito importante o policiamento preventivo e investigativo trabalhando juntos para o bem comum”, comentou o delegado seccional de Polícia Civil, Antônio Soares da Costa Neto.

Sérgio Bavia, comandante da Guarda Civil Municipal (GCM), revelou que esta é uma operação especial, já que todo contingente é utilizado, mas as polícias já trabalham juntas e operações conjuntas já vêm sendo feitas na cidade, com regular frequência. “É que esta foi uma operação especial noturna programada. No dia a dia a gente procura trabalhar junto, com a finalidade de mostrar a população esta união de forças e o sincronismo entre os profissionais que fazem a Segurança Pública da cidade”, colocou.

O comandante da 1ª Companhia, do 12º Batalhão de Polícia Militar do Interior (BPM-I) de Botucatu, capitão José Semensati Júnior, destacou que a presença da polícia nas ruas inibe a ação dos marginais e a PM tem feito diversas operações nas cidades que fazem parte do comando do 12º BPM. “É importante que este tipo de operação conjunta aconteça”, observou Semensati. “Nosso relacionamento com a Polícia Civil e Guarda Civil é estreito e por isso operações conjuntas são realizadas com frequência”, acrescentou.

Por volta das 2 horas deste sábado a operação foi encerrada e o trabalho agora será contabilizar tudo o que foi feito nos mais diferentes locais onde as viaturas fizeram bloqueio interceptando veículos para averiguação e fiscalizando estabelecimentos comerciais. O resultado oficial com os números oficiais dessa mega-operação deverá ser conhecido nas próximas horas.