Ônibus que ia à festa rave continha vários tipos de drogas

Na noite deste domingo (17), por volta das 23h30, uma operação desencadeada pela força Tática da Polícia Militar com tenente Sayki e soldados Douglas e Bianchi, contando com apoio da Guarda Civil Municipal (GCM), culminou com a abordagem de um ônibus fretado da Empresa Manoel Rodrigues.

Esse veículo vinha da cidade de Avaré passando por Botucatu com destino a Campinas, cujos passageiros estavam indo a uma festa rave. A abordagem se deu na Avenida Pedretti Neto, em frente a sede do Corpo de Bombeiros, bem próximo ao início da Rodovia João Hipólito Martins – Castelinho e chamou a atenção de várias pessoas que passavam pelo local.

A operação foi realizada depois da PM e GCM atenderem a uma denúncia anônima revelando que vários passageiros daquele ônibus estavam viajando portando substâncias entorpecentes e a interceptação acabou sendo feita com sucesso. O veículo passou por Botucatu para apanhar jovens da Cidade que também planejavam ir a esta festa (não foi computado o número exato).

Ao ser efetuada a abordagem e busca pessoal em todos os ocupantes do coletivo foi encontrado maconha (20 gramas), cocaína (35 gramas), haxixe (1 grama), ecstasy (8 comprimidos) e LSD (2 unidades), que estavam com 15 pessoas, na faixa etária compreendida entre 18 a 25 anos.

O ônibus foi escoltado até o Plantão Policial onde a delegada Rose Mari Ribeiro Dias, confeccionou o Boletim de Ocorrência (BO) e 14 pessoas foram autuadas e irão responder por porte de entorpecente. De todos os passageiros, apenas André Costa, de 25 anos foi preso em flagrante delito pelo crime de tráfico de entorpecentes e recolhido Cadeia Pública, pois com o mesmo foi encontrado 35 gramas de cocaína. Segundo testemunhas a droga estava sendo comercializada.

{n}esta rave{/n}

As raves são festas que acontece em lugares longe das cidades, basicamente em sítios galpões que reúnem muitos jovens ao som de música eletrônica. Tal evento tem longa duração que costumam ultrapassar 12 horas de agito ao embalo de DJs, artistas performáticos, visuais e plásticos que interagem com os convidados e apresentam suas criações.

Hoje em dia o termo rave denomina uma PVT, ou seja, uma festa privada que vem de “private”, mas esse no rave foi criado originalmente em Londres através de caribenhos.

As festas raves costumam acontecer na maioria das vezes a céu aberto, os estilos musicais mais tocados nesses eventos são Techno, house, progressive, psy trance, electro, entre outros.

Estas festas costumam ser rotuladas de que são regadas por bebidas alcoólicas e drogas sintéticas, mas a intenção da maioria das pessoas que vão as raves é se divertir e dançar, passar até mesmo um dia inteiro cantando e ouvindo música.