Novo comandante da Ambiental visita a GCM

O secretário municipal de Segurança Pública e Direitos Humanos delegado, Adjair de Campos; o subcomandante da Guarda Civil Municipal (CCM), Weber Plácido Pimentel; e o? inspetor de policiamento ambiental da GCM, Carlos Eduardo Rodrigues de Paula, receberam a visita do? tenente Ailton Pereira Alves,? novo comandante do? 2º Pelotão de Polícia Ambiental de Botucatu. Alves veio acompanhado do soldado André Fidalgo Bark.

Durante a reunião de trabalho objetivando a preservação do meio ambiente e da fauna no município, bem como outros assuntos de interesse da comunidade.? Na visita o secretário enfatizou sobre? a integração existente entre as forças de segurança do município.

Tenente Airton assume o lugar do recém promovido a capitão tenente Gustavo Henrique do Nascimento, que assumiu e? 6ª Companhia de Policiamento Ambiental de Itapetininga e foi o responsável pela construção da sede da regional? ? s margens do km 248+400 metros da SP-300 Rodovia Marechal Rondon, ao lado do antigo prédio do Departamento de Estrada de Rodagem (DER), num espaço de três mil metros quadrados, sendo 500 de área construída e considerada uma das melhores do estado.

? O novo comandante será responsável por uma área que agrega 26 municípios da região, com uma população estimada em 500 mil habitantes. Com homens instruídos e disciplinados, veículos como viaturas e caminhonetes, além de barcos, o comando de Policiamento Ambiental fiscaliza crimes de caça e tráfico de aves e animais silvestres e armamentos para este fim, retirada ilegal de madeira, incêndio, supressão de mata atlântica, soltura de balões de fogo, pessoas que mantém animais e aves em cativeiro sem a devida autorização do Ibama, entre outros

Também está dentro da área de comando da Ambiental de Botucatu as três maiores represas do Estado de São Paulo: Barra Bonita, Chavantes e Jurumirim. O território alcança 15 mil quilômetros quadrados de área terrestre, 1.000 quilômetros quadrados de rios e 1.500 quilômetros quadrados de represas, atendendo a uma média 100 denúncias de crimes contra a natureza por dia.