Na região de Botucatu: Contrabando leva 11 à Polícia Federal

 

ônibus é apreendido com produtos contrabandeados. 16/10/2016
Foto Malavolta Jr.:Mercadorias sem nota fiscal foram para a Polícia Federal e, agora, serão avaliadas pela Receita

Durante fiscalização de rotina, na manhã desse domingo (16), policiais rodoviários flagraram veículo fretado “recheado” de produtos sem nota fiscal em Itatinga, na região de Botucatu. No total, onze pessoas foram encaminhadas à Delegacia da Polícia Federal (PF) em Bauru. Uma delas foi autuada em flagrante por contrabando.

O veículo, que seguia de Foz do Iguaçu, no Paraná, com destino ao Rio de Janeiro, foi abordado por volta das 9h na praça de pedágio de Itatinga, no quilômetro 208 da Rodovia Castelo Branco (SP-280). No compartimento de carga, os policiais rodoviários localizaram grande quantidade de produtos sem nota fiscal de origem, entre equipamentos eletrônicos, maços de cigarros e suplementos alimentares.

A mercadoria e o veículo foram apreendidos e levados à Delegacia da Polícia Federal em Bauru. No total, onze pessoas foram detidas para prestar depoimento e uma foi autuada em flagrante por contrabando. “Estou instaurando inquérito por portaria pelo crime de descaminho”, revelou o delegado Mário Fanton. “Uma pessoa foi presa por contrabando por estar trazendo cigarros de comercialização proibida no Brasil”.

Segundo o delegado, os responsáveis pelos eletrônicos e suplementos foram liberados. “Eu preciso de avaliação da Receita Federal e a gente não tem plantão da Receita Federal nos finais de semana. Isso vai ser feito no primeiro dia útil”, explica.

Essa análise é necessária, de acordo com Fanton, para esclarecer algumas questões como o valor da taxa de importação, se houve o pagamento dessa taxa e se o produto pode ser comercializado no país. A Polícia Federal não soube informar o valor da carga apreendida, mas, segundo estimativa feita pela Polícia Militar Rodoviária, os produtos estão avaliados entre R$ 500 e 600 mil.

Fonte: Jcnet