Mulheres são presas com 40 quilos de maconha

Os policiais militares do Tático Ostensivo Rodoviário (TOR) de Botucatu realizaram na noite deste domingo, por volta das 23 horas, uma operação no km 197 da SP-280 Rodovia Presidente Castello Branco, em frente a sua base operacional, em Pardinho, resultou em um flagrante de tráfico de entorpecentes, envolvendo duas mulheres de 28 e 29 anos de idade, respectivamente, ambas moradores de São Paulo: Érica Monteiro Batista e Fernanda Priscila da Silva.

Os policiais abordaram a um ônibus com 23 passageiros, da empresa Motta, que fazia o percurso Mato Grosso do Sul a São Paulo.  No interior do ônibus essas duas mulheres despertaram suspeitas e ao serem questionadas alegaram que não traziam bagagem, versão desmentida pelo motorista.

Registrando o bagageiro do ônibus os policiais localizaram as mochilas das duas mulheres e dentro delas havia 40 quilos de maconha, divididas em 41 “tijolos prensados. Também foram apreendidos três telefones celulares e R$ 210,00 em dinheiro.

Não tendo mais como ocultar o crime, elas revelaram que trabalhavam como “mulas (transportadoras de drogas) e a droga foi apanhada na Cidade de Paranhos, Mato Grosso,  e seria entregue em Mogi das Cruzes. Cada uma receberia R$ 2 mil pelo “trabalho”. Com acontece nesses casos elas não revelaram quem as contratou ou para quem a droga seria entregue.

Ambas foram conduzidas ao Plantão Permanente de Botucatu, indiciadas em crime de tráfico de entorpecentes pelo delegado Antenor de Jesus Zeque e recolhidas à Cadeia de Porangaba. Deverão nas próximas horas serem escoltadas ao Centro de Detenção Provisória (CDP) de Pirajuí.