Mulher presa com 500 gramas de crack e 170 de cocaína

Uma operação desencadeada pela Polícia Civil, através da equipe da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE), de Botucatu, no final da tarde desta segunda-feira culminou com a prisão em flagrante de uma mulher chamada Joice Amanda de Oliveira Alves, de 23 anos de idade. O flagrante só foi concluído na primeira hora da madrugada desta terça-feira.

Os policiais da delegacia especializada tinham a informação de que uma mulher estaria em um ônibus de passageiros trazendo droga de Cosmópolis (região de Campinas) para ser entregue a um traficante em São Manuel. Com as características da mulher, os investigadores fizeram abordagem, nas proximidades do Terminal Rodoviário.

Ao vistoriar a bolsa da mulher os policiais localizaram as 500 gramas de crack e 170 gramas de cocaína. Com essa droga seria possível confeccionar pelos menos três mil porções entre crack e cocaína para venda direta aos usuários.

Não tendo como negar que a droga era sua, Joice Alves, que é da Colônia de Saltinho, Município de Cosmópolis, confessou que havia sido contratada como “mula” (pessoa que é paga para transportar entorpecentes) para trazer a droga até São Manuel. Entretanto, negou-se a dizer de quem era a droga e para quem ela seria entregue.

A indiciada foi conduzida até a delegacia especializada em Botucatu e enquadrada em crime de tráfico de entorpecentes, sendo recolhida ao presídio feminino de Itatinga. Se condenada poderá ficar presa por um período de 5 a 15 anos.

“Nossa equipe de investigação estava trabalhando nesse caso já há alguns dias e tinha a informação de que a mulher traria droga para São Manuel. Realizado o trabalho de campana e assim que desceu do ônibus a mulher foi abordada e a droga localizada”, revelou o delegado Carlos Antônio Improta Julião Filho, sem revelar os detalhes da operação montada para realizar o flagrante.