Mulher é violentamente espancada pelo companheiro

Neste final de semana a Guarda Civil Municipal (GCM) de Botucatu, através do Programa de Atendimento Familiar e ao Idoso (PAFI), atendeu a dois casos de violência doméstica em diferentes bairros da Cidade, que foram encaminhados ? Delegacia de Defesa da Mulher (DDM). O mais grave ocorreu na Rua Luiz Teixeira Pinto, Jardim Cristina.

Em atendimento a solicitação feita via 199 a guarnição com os agentes inspetor Paes e GCM Julio se deslocou até o local para verificar a um caso de suposta agressão e chamou pela vitima, porém não obtiveram resposta. Os agentes optaram por entrar na residência por uma janela e encontram a mulher desacordada em um dos quartos com vários ferimentos pelo corpo.

Acionado a equipe do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) que conduziu a vítima ao Pronto Socorro (PS) do Hospital das Clínicas (HC), onde a mulher de 24 anos de idade revelou que seu amásio sem motivo aparente a agrediu.

A GCM deteve o acusado de nome Valdinei José dos Santos, de 30 anos e o encaminhou ao Plantão Permanente para ser ouvido pelo delegado José Sergio Palmieri Junior, que elaborou o Boletim de Ocorrência (BO) de natureza violência doméstica/lesão corporal e determinou fiança que não foi paga. Diante disso o agressor foi encaminhado a Cadeia Publica de Itatinga e deverá ser enquadrado na Lei Maria da Penha.

Outro caso de violência doméstica atendido pelo Pafi foi na Rua Nove, Bairro Santa Maria, onde uma mulher de 31 alega que seu marido veio a agredi-la no rosto por motivos banais e que está em processo de separação. Diante dos fatos as partes foram conduzidas ao Plantão Policial Permanente onde a autoridade presente elaborou o Boletim de Ocorrência (BO) de natureza violência doméstica, orientou as partes e as liberou.