Mulher condenada por roubo é presa pela GCM

Foi através de um trabalho efetuado pela Guarda Civil Municipal (GCM) pelos agentes Trombaco, Pichinin e Júlio, da equipe do Grupo de Ações Preventivas Especiais(GAPE) que Ana Cristina da Silva Pinto, de 28 anos de idade, conhecida nos meios policias por “Cris” foi tirada de circulação. Ela acabou presa em uma residência na Rua Capitão Pedro Amando de Barros, região do Bairro Alto.

Os agentes detinham informações e denúncias que naquela rua havia uma pessoa procurada pela Justiça escondida. Ao chegarem ? residência foram recepcionados pelo proprietário e explicando a situação o mesmo autorizou que adentrassem até a sala aonde encontrava-se a referida mulher, que não esboçou nenhuma reação. Consultando o Sistema Informações de Segurança (Infoseg) foi confirmado que, realmente, a indiciada estaria sendo procurada pelo crime de roubo.

Consta no relatório da Guarda Municipal que a mulher revelou que em 2008 havia praticado o roubo contra um mototaxista na região da Vila Mariana com emprego de uma faca. Também confessou que em 2006 havia cometido outro roubo na cidade, acabou condenada e cumpriu a pena que lhe foi imposta.

A mulher foi conduzida até o Plantão Policial, onde foi constatado que ela tinha uma condenação no artigo 157 (roubo) do Código Penal Brasileiro (CPB) com uma pena de seis anos e cinco meses a cumprir em regime inicial fechado, mais pagamento de multa.

A indiciada foi encaminhada ? Cadeia Pública de Itatinga (transitória) e nos próximos dias será transferida a um Sistema Penitenciário Paulista, onde deverá cumprir sua pena em regime fechado, visto que o crime já foi julgado em última instância.