Mulher acusada de estelionato é presa em Rubião Júnior

Uma mulher chamada Márcia Cristina, de 34 anos de idade, foi presa na tarde desta quarta-feira (7) em uma operação realizada pelos policiais militares Contessotto e Carvalho, na Rua Maximiliano Frigato, Distrito de Rubião Júnior. A denúncia contra esta mulher foi feita, anonimamente, ao telefone 190.

A maneira de agir de Márcia Regina era bastante peculiar. Ela batia na casa dos moradores do Distrito e pedia dinheiro que seria revertido para ajudar uma entidade que atende pessoas carentes, chamada Casa São Lázaro, de Bauru. Para dar veracidade ao golpe usava um crachá de identificação dessa entidade (onde já havia prestado serviços anos atrás) com uma foto sua. “Quando nós a abordamos ela confessou o golpe e já havia arrecadado mais de R$ 500,00”, comentou o policial Carvalho.

A indiciada revelou que já foi mulher de programa e estava arrecadando dinheiro se fazendo passar por voluntária da instituição porque estava desempregada e precisando de dinheiro para acertar suas contas. “Não sou criminosa e só peguei dinheiro de gente conhecida. Quem deu foi de maneira espontânea. A última coisa que queria na minha vida era ir prá cadeia”, lamentou a mulher.

Como o 2º Distrito Policial (responsável pelo atendimento da região de Rubião Júnior) está sendo remodelado para prestar atendimento em um imóvel na Rua Major Matheus, juntamente com 4º DP (do Jardim Brasil), o Boletim de Ocorrência (BO) foi elaborado na Delegada de Investigações Sobre Entorpecentes(DISE) pelo delegado Paulo Fábio Buchignani. Após ouvir o depoimento da mulher, o delegado determinou seu recolhimento ao presídio feminino de Itatinga.

Fotos: Valéria Cuter