Motorista de ônibus perde o freio e bate contra muro de residência

Embora não tenha causado vítimas, o acidente atendido pelos policiais militares Foglia e Becca, no final da tarde desta quarta-feira, gerou um grande susto na Rua Coronel Fernando Prestes, na região do Bairro do Lavapés. Isso porque o motorista de um ônibus da empresa Vale do Sol que transportava funcionários da Induscar, acabou batendo frontalmente contra o muro de uma residência, em frente a Escola de Educação Infantil, “Dente de Leite”.

O motorista do ônibus relata que sentiu que o freio não estava funcionando e quando percebeu que a velocidade foi aumentando em razão do aclive da rua, bateu, propositalmente, contra a traseira de outro ônibus que trafegava em sua frente. Entretanto, a tentativa não deu resultado. Ele, então, virou o volante do veículo de passageiro e bateu contra o muro da casa.

“Na situação em que estava, tinha que tentar parar o ônibus de alguma maneira para evitar um acidente grave. Tentei parar batendo na traseira de outro ônibus. Depois vi o muro e não pensei duas vezes. Joguei o ônibus que já ganhava velocidade contra ele (muro). Com isso consegui parar, sem que ninguém se ferisse. Reconheço que foi uma manobra arriscada, mas necessária e percebi que ninguém passava pela calçada”, lembra o motorista, que pediu que seu nome fosse omitido.

O proprietário da escola infantil, Valter Treviso, revela que este não foi um caso isolado e acidentes naquela rua acontecem com frequência. “Essa mão de rua tem que ser invertida. Já expus esse problema que está sendo analisado na Prefeitura. Posso dizer com segurança que se essa mão de rua continuar nesse sentido de direção em que se encontra hoje, logo vamos ter um acidente grave”, prevê Treviso.

Fotos: Valéria Cuter