Motoqueiro morre acidentado na Alcides Soares

Na tarde desta sexta-feira, por volta das 14 horas, um acidente de graves proporções foi registrado na estrada vicinal Alcides Soares, principal meio de ligação entre Botucatu a Vitoriana/Rio Bonito, há cerca de dois quilômetros depois da entrada para a Fazenda Lageado onde está instalada a – Faculdade de Ciências Agronômicas (FCA).

O acidente aconteceu quando uma motocicleta Honda, sem placa, trafegava pela rodovia sentido Vitoriana a Botucatu e por motivos ainda não apurados a motocicleta teria travado a roda traseira ficando descontrolada, invadindo a pista contrária e batido frontalmente contra um veículo Fiesta Flex, placas EEH-4030, de Botucatu.

No volante do Fiesta estava o policial rodoviário aposentado Donato Antônio Pessoa (idade não revelada). No carro ainda estava, segundo a polícia, a mulher e a filha do aposentado. Embora a placa do carro seja de Botucatu, a família reside em Piracicaba e não sofreu ferimentos.

Com o impacto da batida Alexandre Luiz da Silva, de 36 anos de idade, conhecido como “Xandão” e que conduzia a moto, foi arremessado há vários metros de distância vindo a ter morte instantânea. O impacto foi tão forte que Alexandre Silva caiu no asfalto e ficou a uma distância de aproximadamente 50 metros da motocicleta que conduzia e teve um dos seus membros inferiores separados do corpo.

O passageiro da motocicleta José Robélio Soares Leandro, de 38 anos, sofreu ferimentos de natureza grave e recebeu os primeiros socorros pela equipe de resgate do Corpo de Bombeiros e conduzido ao Pronto Socorro (PS) da Unesp. Com fratura exposta em uma das pernas teve que ser submetido a uma intervenção cirúrgica e permaneceu internado. Houve dificuldade para identificar as vítimas, em razão de não estarem portando documentos.

Depois da identificação das vítimas foi constatado que Alexandre “Xandão“ Silva era azulejista, residia na Cohab I e estava de casamento marcado. Ele teria ido até Vitoriana realizar um serviço e retornava pra casa quando o acidente aconteceu.

No local compareceram os peritos do Instituto de Criminalística (IC) que coletaram dados para fazer o levantamento da origem do acidente. A Polícia Militar (PM) e Guarda Civil Municipal (GCM) estiveram no local coordenando o fluxo de veículos, já que a rodovia ficou interditada até que o corpo do motociclista fosse retirado pela Funerária Coração de Jesus. O Boletim de Ocorrência (BO) foi assinado pelo delegado Marcelo Lanhoso de Lima.

Fotos: Valéria Cuter